5/11/2021 a 27/11/2021 Exposição "FOUND" de Jacqueline de Montaigne na Galeria Espaço Exibicionista

Dos murais públicos em grande escala à galeria, Jacqueline de Montaigne apresenta o seu trabalho mais intimista na exposição individual FOUND, exibindo os projectos originais que deram origem às suas intervenções de arte pública em 2021. A exposição inaugura a 5 de Novembro e está patente até 27 de Novembro, na Galeria Espaço Exibicionista.

cardapio.pt @ 4-11-2021 11:50:24

Jacqueline de Montaigne, anglo-portuguesa, é muralista, pintora e artista paste-up (collage) conhecida pelas suas clássicas técnicas de douração (com folha de ouro genuína) tanto em contexto urbano como em belas-artes.

Na sua segunda exposição em nome individual na galeria de arte contemporânea Espaço Exibicionista, a artista apresenta aqui o seu mais recente mural de 2021 e diversos originais - dourados em ouro de 24 quilates - incluindo o seu primeiro papercut.

FOUND é uma exposição visual reflexiva e autêntica do culminar de uma curta, mas intensa jornada no mundo da arte, à medida que Jacqueline foi se esquivando da sua formação em ética médica e ciências da saúde para se dedicar à carreira artística a tempo inteiro.                      


O trabalho da artista é uma fusão delicadamente estruturada com temas figurativos e naturais de tom inconfundivelmente etéreo; criado com detalhes meticulosos que poderiam passar por ilustração científica, independentemente de se tratar de um mural em grande escala ou de uma aquarela minúscula.

O seu trabalho introspectivo e autobiográfico, utiliza textos implícitos, imagens e a identidade visual das suas figuras para explorar a nossa verdadeira natureza versus crenças e expectativas sociais impostas onde a forte presença da natureza, fauna e flora celebra e atrai a atenção necessária ao nosso mundo natural .

Nas palavras da artista: - “Tem sido uma jornada longa e desafiadora, um processo de aceitação e de, finalmente, procurar o que eu queria, deixando de lado o que os outros e até mesmo eu esperava de mim mesmo.

Não tenho palavras para explicar como estou genuinamente feliz no topo de um andaime ou de uma grua, coberta de tinta e de protetor solar onde a poeira se cola em mim, onde todo o meu corpo dói após 14 horas por dia ao calor, à chuva e ao frio intensos... tal como agora bem recentemente no Reino Unido. Tal como também adoro estar no meu estúdio com um pincel nº0 a pintar detalhes minúsculos em aquarela de grau científico.

Sinto me muito contente, satisfeita e tranquila no final de cada dia. Sinto que encontrei um equilíbrio que é algo que sempre procurei, mas só encontrei recentemente. ”

cardapio.pt @ 4-11-2021 11:50:24

Galeria de fotos


Clique aqui para ver mais sobre: Exposições