4/7/2024 a 13/7/2024 A Revolução e o Futuro na 6ª edição da MAPS - Mostra de Artes Performativas em Setúbal

Entre 4 e 13 de Julho na Gráfica - Centro de Criação Artística e na Baixa Setubalense

Na 6ª edição da MAPS - Mostra de Artes Performativas em Setúbal, de 4 a 13 de julho, no espaço A Gráfica - Centro de Criação Artística e na Baixa Setubalense, convocamos um movimento revolucionário, visionário, que vem da arte e de testemunhos plurais de artistas que abrem espaço para voltarmos a ponderar a possibilidade de fazer desta sociedade um lugar de partilha, de atenção, de escuta da diferença, de histórias e narrativas silenciadas, apagadas, abafadas. 

cardapio.pt @ 18-6-2024 16:51:23

Atentos, sensíveis, amorosos. Um programa que afirma LIBERDADE, de ser, de viver, de amar, de cuidar, de expressar, guiados por artistas como Beatriz Valentim, Bruno Senune, Huessos del Niño, João Fortuna, Jo Castro, Rui Catalão, Luís Mucauro, Catarina Vieira, Cláudia Gaiolas, Inês Oliveira, Carlota Oliveira, Pedro Banza, Leonardo Silva, Celina da Piedade, Grupo Coral Alentejano os amigos dos Sadinos, Raquel André, Henrique Furtado Vieira, Lígia Soares, André Neves, Diogo Costa, entre outros.

Esta é uma Mostra de Artes Performativas, em nome da LIBERDADE, na reafirmação de Setúbal como Cidade da Criação Artística e do MAPS como momento de expressão dessa liberdade de ser e de criar. Inclui-se na Mostra, a apresentação das três peças vencedoras da Bolsa de Criação Artística de Setúbal 2023: “Vanishing” de Beatriz Valentim e Bruno Senune (dia 4 de julho, às 21h, A Gráfica); “Lugar X” de Catarina Vieira (6 de julho, A Gráfica); “Abalada do Cante” de Pedro Banza (dia 11 de julho, 21h, A Gráfica).

Na 6ª edição, a Mostra de Artes Performativas em Setúbal convoca artistas, temáticas, inquietações, memórias, testemunhos por via de objetos performativos inovadores e experimentais, entre o teatro documental, a dança, a música, a performance, a instalação e na intersecção entre todas estas e outras linguagens artísticas, sensibilidades, identidades e culturas. Abordagens experimentais na arte para desafiar, de forma também experimental, os públicos. Para ativar e intensificar os sentidos, a memória, para despertar e preservar o que permanece vivo em nós dessa grande conquista, que é a Liberdade, no ano em que celebramos meio século da Revolução de 25 de Abril. 

De 4 a 13 de Julho, o MAPS abala Setúbal com espetáculos, conversas, instalações artísticas e performances, estendendo – como tem sido habitual – a sua vivência para a ocupação do espaço público, na baixa de Setúbal (como é o caso de “Estendal da Liberdade”, que na manhã de sábado, dia 6 de julho, mostra arte nas montras, lojas, travessas, largos e jardins).

cardapio.pt @ 18-6-2024 16:51:23

Galeria de fotos


Clique aqui para ver mais sobre: Música