15/2/2019 a 17/2/2019 "O Medo de Existir" regressa ao Montijo e vai ao Cacém

O Medo de Existir regressa ao Montijo entre 15 e 17 de Fevereiro, no Cinema-Teatro Joaquim d’Almeida, e ruma ao Auditório Municipal António Silva, no Cacém, para uma apresentação a 23 de Fevereiro. O espectáculo com texto e encenação de Maria Mascarenhas é uma co-produção entre a Companhia Mascarenhas-Martins e o Cegada Grupo de Teatro e conta com as interpretações de André Alves, Eduardo Dias, Eurico Lopes e João Jacinto.

cardapio.pt @ 8-2-2019 15:10:41

João Jacinto e Eurico Lopes © Eduardo Martins

João Jacinto e Eurico Lopes © Eduardo Martins

Num futuro distópico, um homem é informado de que existe uma ilha em que a sociedade se organiza de um modo completamente diferente. Decide partilhar esse conhecimento com o mundo, na esperança de conseguir que, num movimento colectivo, a organização hierárquica e tendencialmente autoritária da sociedade vigente seja posta em causa. Em vez de atingir os seus objectivos, é preso. É no calabouço que o encontramos, anos mais tarde, esquecido já pelos seus concidadãos e entregue a um quotidiano em que a única companhia que tem é a das figuras de autoridade que ali o mantêm. Não desiste, porém, de defender a ideia de que a ilha existe, embora a única testemunha que o pode comprovar, Rafael, não tenha até então aparecido.

Maria Mascarenhas, licenciada em Teatro pela ESTC, começou o seu percurso profissional na Companhia de Actores, com a qual colaborou enquanto actriz, produtora e assistente de encenação. Foi assistente de encenação em espectáculos dirigidos por António Terra, John Mowat e Luis Miguel Cintra. Em 2015 fundou, com Levi Martins e Adelino Lourenço, a Companhia Mascarenhas-Martins, para a qual encenou Goodbye Maria Albertina (2016), co-encenou Tentativas Para Matar o Amor (2017) e escreveu e dirigiu O Medo de Existir (2018).


Ficha artística e técnica

Interpretação André Alves, Eduardo Dias, Eurico Lopes e João Jacinto

Texto e encenação Maria Mascarenhas

Produção e dramaturgia Levi Martins

Cenografia, luz e figurinos Adelino Lourenço

Som e música André Reis

Produção Eduarda Oliveira

Datas: 15 a 17 de Fevereiro

Local: Cinema-Teatro Joaquim d’Almeida, Montijo
Sexta e Sábado às 21h30
Domingo às 16h30
M/14 | 6€
Informações e reservas CTJA: 212 327 882 | bilheteira1@mun-montijo.pt

Data: 23 de Fevereiro

Local: Auditório Municipal António Silva, Cacém
Horário: Sábado às 21h00
M/14 | 5€ preço normal; 3€ (desconto menores de 25, maiores de 65, desempregados, estudantes, profissionais do espetáculo, mobilidade reduzida e pack familiar); Aderentes CAES – Cartão das Artes e Espetáculos de Sintra (2 bilhetes pelo preço de 1 normal)

Informações e reservas AMAS: 91 461 69 49 | 96 340 32 55 | teatromosca@gmail.com

O Medo de Existir

Uma co-produção Cegada Grupo de Teatro e Companhia Mascarenhas-Martins

Apoios República Portuguesa - Cultura/Direção-Geral das Artes, Câmara Municipal de Vila-Franca de Xira, Câmara Municipal de Montijo, Junta de Freguesia de Alverca e Sobralinho, Junta de Freguesia da União das Freguesias de Montijo e Afonsoeiro, Sociedade Filarmónica 1.º de Dezembro

cardapio.pt @ 8-2-2019 15:10:41