Trienal anuncia os premiados do Concurso de Ideias de Arquitectura para o Mercado de Santa Clara

Já são conhecidas a proposta vencedora e as duas menções honrosas do Concurso de Ideias para o Mercado de Santa Clara. Lançada em Julho passado, esta iniciativa organizada pela Trienal de Arquitectura de Lisboa, visa encontrar a melhor solução de adaptação do mais antigo mercado coberto da capital a negócios da economia cultural e criativa associados ao Design, Media, Artes, Cultura e Inovação.

cardapio.pt @ 15-12-2017 10:16:00

Vencedores Filipe Madeira e Vânia Saraiva

Vencedores Filipe Madeira e Vânia Saraiva

Terminadas as candidaturas no passado dia 9 de outubro, contabilizaram-se 26 propostas apresentadas por arquitectos ou colectivos informais de Arquitectura. Dado o número considerável de projectos reveladores do grande empenho por parte das equipas candidatas, o júri deliberou escolher um vencedor e atribuir ainda duas menções honrosas.

Filipe Madeira e Vânia Saraiva são os autores da proposta vencedora, a mesma que, através de um sistema de compartimentação pragmático e flexível de telas reguláveis em altura, permite facilmente diferentes configurações, tipologias e transformações do espaço do mercado.

Segundo o júri, “esta proposta é a que melhor viabiliza o programa resolvendo também algumas questões técnicas do edifício como o controlo da luz natural abrindo a possibilidade de leitura da nave na sua totalidade até à sua múltipla compartimentação. A solução proporciona a futuros utilizadores a possibilidade de economia de meios de suporte na realização de uma diversidade de eventos.”

O júri decidiu atribuir duas menções honrosas a Rui Mendes que apresentou uma proposta que "promove a utilização pública do edifício em conjunto com o espaço urbano" e, à equipa composta por João Pedro Cravo, Bernardo Sousa, Diogo Lafaia e Pauline Gasqueton com uma proposta que pretendeu "musealizar o edifício propondo pequenas intervenções construídas que serão a âncora dos núcleos programáticos".


Menção Honrosa Rui Mendes

Menção Honrosa Rui Mendes

Promovida no quadro do programa de revitalização dos mercados da Câmara Municipal de Lisboa, esta iniciativa tem como objectivo integrar o Mercado de Santa Clara na rede de espaços dedicados a empresas e projectos no sector das indústrias criativas como o Mercado do Bairro Alto, o FabLab Lisboa, o Pólo das Gaivotas, a incubadora criativa municipal a funcionar na Mouraria, entre muitos outros.

Nas palavras de Dr. Duarte Cordeiro, Vice-Presidente da CML, "depois do município de Lisboa ter investido em espaços de experimentação e espaços de desenvolvimento, rapidamente compreendemos que era necessário disponibilizarmos um local onde a criatividade produzida pudesse chegar ao público. E a criação de um showroom das indústrias criativas no Mercado de Santa Clara era o espaço que faltava na estratégia de apoio à criatividade da cidade de Lisboa".

Adicionalmente, o mercado será também a nova sede do Clube dos Criativos de Portugal (CCP) que “assume, em 2018, a programação, activando exposições, formação, festas, concertos e uma biblioteca criativa, ajudando também a que o renascido mercado se torne um espaço de referência para a comunidade local e criativa”, como refere Ana Castanho, vogal CCP.


Menção Honrosa à equipa composta por João Pedro Cravo, Bernardo Sousa, Diogo Lafaia e Pauline Gasqueton

Menção Honrosa à equipa composta por João Pedro Cravo, Bernardo Sousa, Diogo Lafaia e Pauline Gasqueton

Pela Junta de Freguesia de São Vicente, Matilde Cardoso considera "que o resultado deste Concurso de Ideias poderá ser um forte contributo para o protocolo de parceria e coorganização de actividades que celebrou com a CML e o CCP, promovendo o desenvolvimento de actividades culturais e criativas da freguesia e de toda a cidade, num edifício tão emblemático como é o Mercado de Santa Clara."

A Trienal de Arquitectura de Lisboa, responsável pelo desenho e promoção do concurso, continua empenhada na dinamização da zona onde se encontra sediada, mantendo participação activa na sua revitalização. José Mateus, presidente da Trienal, salienta que "é grande motivo de satisfação poder organizar um concurso de ideias acreditando na importância deste modelo para abrir e promover o debate sobre pontos estratégicos da cidade. Esta discussão pública representa uma questão central para a nossa organização."

Os membros do Júri do Concurso de Ideias são: Alberto Souza Oliveira, Matilde Cardoso,(Junta de Freguesia de São Vicente); Margarida Grácio Nunes, (Câmara Municipal de Lisboa); José Mateus (Trienal de Arquitectura de Lisboa); Pedro Geraldes (Clube de Criativos de Portugal). Aos vencedores é atribuído um prémio monetário de 5.000,00€.

cardapio.pt @ 15-12-2017 10:16:00


Clique aqui para ver mais sobre: Arquitectura e Design