28/10/2020 a 3/1/2021 Exposição "What We Want" de Francesco Jodice no Museu Nacional dos Coches

A exposição de arte contemporânea "What We Want" do artista Francesco Jodice, organizada pelo Instituto Italiano de Cultura di Lisboa em colaboração com o Museu Nacional dos Coches de Lisboa, vai estar patente de 28 de outubro a 3 de janeiro de 2021.

cardapio.pt @ 16-10-2020 10:15:00

“What We Want” é o título de um dos principais projetos de Jodice que teve início em 1995 e continua até hoje com o objetivo de eternizar a mudança na paisagem vista como uma projeção dos desejos coletivos da sociedade atual. Nas suas obras, Jodice capta a essência dos contextos urbano e sociais de cerca de 180 metrópoles nos cinco continentes. Uma significativa seleção de vinte locais é apresentada em Lisboa, juntamente com a exibição do primeiro filme de 2006, da trilogia “Citytellers”, focada em novas formas de urbanismo e dedicada a São Paulo do Brasil.

A exposição, com a curadoria de Angela Tecce, historiadora da arte e membro da Comissão Científica da Coleção de Arte da Farnesina (Ministério dos Negócios Estrangeiros de Itália) e montagem a cargo do arquiteto Nadir Bonaccorso, pretende representar, alternando o uso de diferentes linguagens (fotos, vídeos e instalações), a ideia de beleza na era da globalização. Conforme destacado pela curadora, a figura humana aparece ao fundo, “não há rostos que sugiram um sentimento, o que a gente sente diante dessas fotografias não nasce da partilha, mas de um ato racional, da consciência do que está a acontecer em todos os lugares à nossa volta, neste preciso momento, e o peso que isso vai ter no nosso futuro."

O projeto apresenta-se como uma espécie de arquivo monumental que continua a contar as histórias que acontecem à nossa volta. Claro, com o tempo, sofreu as consequências de grandes eventos históricos. O trabalho, nunca em forma de reportagem, ou seja em forma direta, mas sempre lateralmente, aborda os grandes temas da nossa história. ” (Francesco Jodice)

Jodice usa a pesquisa artística para investigar e representar as mudanças da paisagem social contemporânea e os fenômenos da antropologia urbana. Os seus trabalhos, em constante atualização, visam construir uma ligação estética entre a arte e a geopolítica, propondo a fotografia e o vídeo como instrumentos poéticos de representação e análise daqueles mecanismos que transformam as metrópoles no mundo: novas formas de escravidão, tragédias naturais ou políticas. As imagens expostas serão acompanhadas por uma performance em que o artista, por meio de um processo educativo e artístico, envolve jovens pré-adolescentes a copiarem a lápis os textos de apresentação das obras, escritos por ele antes de fotografar. Os jovens serão convidados a transcrever os textos sem corrigir ou eliminar erros, "para dar consciência à nova geração do quão grande, variado e contraditório é o mundo que os espera". (Angela Tecce)

Nesta exposição, que se abre com o mapa dos lugares tocados por Jodice, o visitante repercorre o itinerário muito pessoal do autor, refletindo sobre o papel artístico e social da fotografia e de como esta, em conjunto com outras técnicas, “nos pode devolver a observação das coisas do mundo” (Francesco Jodice). Nascido em Nápoles em 1967, Jodice atualmente mora em Milão onde leciona no Biennio di Arti Visive e Studi Curatoriali e al Master in Photography and Visual Design na NABA – Nuova Accademia di Belle Arti de Milão. Foi um dos fundadores dos coletivos Multiplicity e Zapruder e suas obras fizeram parte de importantes mostras coletivas como Documenta, Bienal de Veneza, Bienal de São Paulo, Trienal do ICP em Nova York, segunda Bienal de Yinchuan. O artista expôs também no Castello di Rivoli (Torino), na Tate Modern (Londres) e no Prado (Madrid). Os principais projetos realizados incluem o arquivo de "seguimento" urbano The Secret Traces e a trilogia de filmes sobre novas formas de urbanismo Citytellers. Os seus trabalhos mais recentes - Atlas, American Recordings, West e Rivoluzioni - exploram possíveis cenários futuros do Ocidente.


Informações

Datas: 28 de outubro de 2020 a 3 de janeiro de 2021

Local: Museu dos Coches, Lisboa

Mais informaçõeswww.iiclisbona.esteri.it

cardapio.pt @ 16-10-2020 10:15:00


Clique aqui para ver mais sobre: Exposições