Exposição “O Prazer de Fotografar” em Vila Real

«Eduardo da Costa Teixeira Pinto nasceu em Amarante, em 1933 e começou a tirar as suas primeiras fotografias profissionais em 1950, tornando-se expositor desde 1953 em vários salões de fotografia nos cinco continentes.

cardapio.pt @ 6-5-2014 12:00:31

©Eduardo Teixeira Pinto Amarante

©Eduardo Teixeira Pinto Amarante

Foi membro ativo de diversas comunidades de fotógrafos, nomeadamente «Associação Fotográfica do Porto», «Grupo Câmara» (Coimbra) e «Associação Fotográfica do Sul» (Évora). A sua vasta obra, dotada de um olhar poético sobre a realidade, fiz de si um dos melhores e mais galardoados fotógrafos portugueses do século XX com fotografias que abordam diversos temas, com destaque para a Natureza e a figura humana, que tão bem soube conciliar.

Com fotografias como «Rodopio», «Igreja de S. Gonçalo», «De Regresso», «Tema de Pintores», «Matinal» e «Quietude», entre outras, obteve inúmeros prémios em Portugal e no estrangeiro, nomeadamente o Grande Prémio de Camões (1960), na época, uma das mais altas distinções a nível nacional.

Falecido em Janeiro de 2009, Eduardo Teixeira Pinto, deixou um espólio fotográfico de valor incalculável sendo vontade da família promover a sua divulgação com a referida exposição.

Inserido nesse propósito foi publicado um livro, em Dezembro de 2010, Eduardo Teixeira Pinto – a poética da imagem, numa edição com o patrocínio total da empresa Mota Engil, com cerca 230 fotografias de Eduardo Teixeira Pinto agrupadas por temáticas: O Rio, A Nossa Terra, A Nossa Gente, as Festas e Outros Olhares.

O trabalho de Eduardo Teixeira Pinto está patente no Museu -Amadeo de Souza-Cardoso – Amarante, com uma exposição permanente no primeiro piso daquele equipamento cultural.

Em 2013 a família em cooperação com um grupo de amigos, constitui uma associação cujo o objetivo é promover a salvaguarda, valorização, dinamização e divulgação da obra de Eduardo Teixeira Pinto, promover a constituição do museu da fotografia e imagem Eduardo Teixeira Pinto, promover atividades, eventos, projetos e programas culturais e Cooperar com outras instituições, em tudo que seja consentâneo com os fins da Associação. Esta associação foi designada Associação para a criação do Museu Eduardo Teixeira Pinto.»

Próximos eventos:

- dia 8 de Maio de 2014, quinta-feira, pelas 21h00: tertúlia “Guiné-Bissau e Guiné Equatorial: a Língua Portuguesa que nos une?” pelo grupo de estudantes da Guiné Equatorial;

- dias 10 e 11 de Maio de 2014, sábado e domingo: participação no Mercado de Aromas e Sabores, no Clube dos Fenicianos, Porto (ao lado da Câmara Municipal);

- dia 18 de Maio de 2014, 3.º domingo do mês, pelas 7h30: passeio pedestre pelo Trilho de Miguel Torga;

- em data a anunciar: apresentação de “sou uma linda borboleta azul” um conto de Cláudia Guedes, ilustrações de Margarida Hoc.

Nos meses de Maio, Junho e Julho a Traga-Mundos irá acolher três diversas exposições de fotografias a preto-e-branco de Eduardo Teixeira Pinto (1933-2009), insigne fotógrafo nascido em Amarante e detentor de diversos «prémios em Portugal e no estrangeiro, nomeadamente o Grande Prémio de Camões (1960), na época, uma das mais altas distinções a nível nacional».

cardapio.pt @ 6-5-2014 12:00:31