Prana Convida Os Azeitonas para nova versão de "Etanol"

O Convida não pára e desta feita os Prana convidaram Os Azeitonas para revisitarem juntos o seu primeiro single de sempre: "Etanol". As duas bandas nortenhas aliaram vozes e instrumentos, e deram vida nova a esta balada trágica sobre alguém que tenta afogar as memórias em álcool.

cardapio.pt @ 14-2-2020 12:00:33

O Prana Convida começou em 2014 com um desafio lançado ao João Só, para emprestar guitarra e voz à “Chuva” dos Prana, na apresentação do disco "O Amor e Outros Azares" no Teatro do Bairro, Lisboa. O ensaio fugaz para esta versão acabou por acontecer durante o ensaio para o concerto e, segundo Miguel Lestre, apesar da grande dose de improviso, tudo correu da melhor forma e, assim, os Prana, em conjunto com João Só, decidiram gravar a versão.
«Na altura não pensávamos que a experiência iria repetir-se com outros artistas, mas depois de dois dias de estúdio com o João, de partilhar e trocar ideias, de misturar duas formas diferentes de fazer música e de o resultado ter surpreendido toda a gente, decidimos criar o Prana Convida e continuar com estes desafios», explica Miguel. Desafio este que se concretiza em pedir aos vários convidados que deixem nos temas dos Prana a sua marca, recriando um determinado tema com o seu toque pessoal e artístico.

Para a banda, o lado mais atrativo do projeto é o facto de nunca saberem como é que o artista convidado sente e/ou faz música. «Para além de ser sempre incrível conhecer alguém que respeitamos do mundo da música, atrai-nos a ideia dessa simbiose, de durante um dia de gravações conhecer novas formas de trabalhar e de criar sons». Pelo menos uma vez os artistas unem-se, independentemente dos estilos e das suas origens, para criarem algo único.

O tão grande afeto que demonstram pelos seus convidados expressa-se em todos os sentidos, nomeadamente no que toca à escolha do local para as gravações. O princípio de base é que o local escolhido deva trazer um pouco mais do mundo do artista para a música dos Prana. Após o trabalho com João Só, a banda convidou, ainda, Frankie Chavez para “A Porta” e Emmy Curl para “A Valsa do Cupido, esse sacana”.

Com o desenvolvimento do disco “Ser Nenhum”, os Prana decidiram dar uma pausa no projeto, apesar de reconhecerem que estas parcerias trouxeram grandes ensinamentos e a partir delas nutriram um prazer desmedido. Assim, não tardaram em convidar a Cristina Branco para dar voz a “Voltar a Dormir”, o Rodrigo Guedes de Carvalho para a “Um Oitavo Minguante”, o Rui Veloso para a “Eu estou cá” e, mais recentemente, o José Cid para a “Vinte e duas e vinde e dois”. “Aprendemos sempre algo diferente e valioso com cada um deles, sendo que é certo que enquanto Prana aqui estiver, o Convida também estará”, termina Miguel Lestre.

cardapio.pt @ 14-2-2020 12:00:33


Clique aqui para ver mais sobre: Música