A Oficina estreia segunda temporada da crónica online "Picar o Ponto"

‘Picar o Ponto’ é também o título sugestivo da crónica online da autoria de Catarina Pereira – responsável pela área de Património e Artesanato d’A Oficina – sobre o património cultural da região de Guimarães na sua face mais imaterial, nas suas artes e ofícios tradicionais, debruçando-se em temáticas como o artesanato, na forma do Bordado de Guimarães, da olaria com a Cantarinha dos Namorados, até à cultura do ciclo do linho e à literatura e suas dedicadas livrarias, abordando ainda temas como a indústria dos curtumes e a “Veduta”, revista anual d’A Oficina que aborda vários temas relacionados com o património cultural.  

cardapio.pt @ 13-5-2020 18:53:13

Adaptando-se às novas rotinas impostas pelo atual contexto de saúde pública, A Oficina – nascida em 1989 com a missão de valorizar, promover e divulgar as Artes e os Ofícios Tradicionais de Guimarães e os seus protagonistas – permanece fiel à primeira de muitas missões que hoje persegue e dedica esta janela dos nossos novos dias à descoberta dos saberes e das curiosidades que vivem no património imaterial e humano da região de Guimarães, partilhando-o e levando-o até às casas de cada um de nós.  

A primeira temporada totalizou um conjunto de 22 episódios que se encontram disponíveis para visualização online. A nova viagem de ‘Picar o Ponto’ arranca já amanhã, 13 de maio, com um novo tema para descobrir a cada episódio, ao longo das próximas quartas-feiras, sempre às 9h em ponto. E a partir deste ‘Picar o Ponto’, outras ideias estão a ser fermentadas. 


Esta crónica orbita em torno de diversas artes, sobre as quais se aborda a história e histórias envoltas nas mesmas, vivências suscitadas por estas e a partir delas, convocando também a participação de convidados que gravitam desde o centro histórico da cidade berço, percorrendo as ramificações do concelho, chegando até ao lado oposto do planeta (Austrália), servindo assim para nos mantermos ligados, revelando e dando visibilidade a projetos de âmbito local.  

‘Picar o Ponto’ não podia deixar de invocar igualmente figuras emblemáticas intimamente relacionadas a Guimarães como Francisco Martins Sarmento, Camilo Castelo Branco ou Alberto Sampaio, este último ligado ao porto de abrigo e contemplação do artesanato vimaranense que é a Loja Oficina, na Rua Rainha D. Maria II, espaço que estabelece os seus pilares no emblemático edifício do centro histórico onde este ilustre vimaranense nasceu e onde existe a exposição “In Memoriam” em sua honra – cuja visita poderá inscrever na lista das coisas a fazer, assim que puder sair de casa com segurança –, sendo esta atualmente a casa onde nascem e moram o Bordado de Guimarães e a Cantarinha dos Namorados e onde se preserva e dinamiza um vasto património local.  


Os episódios de ‘Picar o Ponto’ podem ser vistos em primeira mão na página do Facebook d’A Oficina , ficando disponíveis para visualização após a respetiva estreia no website www.aoficina.pt e na plataforma vimeo.com/aoficinaguimaraes.

cardapio.pt @ 13-5-2020 18:53:13


Clique aqui para ver mais sobre: Pintura e Escultura