Nova carta d’O Frade realça os sabores de matriz portuguesa

Distinguido em 2020 com o prestigiado galardão de Bib Gourmand pelo Guia Michelin, O Frade apresenta a sua nova carta sazonal, honrando ao máximo o produto nacional e a matriz de gastronomia tradicional portuguesa. Os novos pratos refletem a evolução do conceito, do trabalho técnico da equipa e todo o conhecimento e experiência que foi adquirido ao longo destes dois anos, com análise crítica e consistência.

cardapio.pt @ 16-6-2021 17:49:30

Sócios Chef Carlos Afonso e Sergio Frade - Restaurante O Frade

Sócios Chef Carlos Afonso e Sergio Frade - Restaurante O Frade

Ficou conhecido pelos sabores alentejanos genuínos, posicionando-se agora no mercado da restauração de Lisboa com uma visão moderna, atenta ao conteúdo e à estética, da comida tradicional portuguesa, dedicada à pesquisa de receituário nacional autêntico e diferenciado.

“Nesta nova fase continuamos numa procura ainda mais profunda do autêntico. Tentamos encontrar produtos singulares, artesanais, privilegiando os pequenos produtores, mas sem fundamentalismos.”, esclarece Carlos Afonso. “São factos importantes para a nossa forma de cozinhar e queremos, por isso, conhecer a origem dos produtos, como e onde são feitos e produzidos, conhecer os métodos e as pessoas, o território, e o clima envolvente. Já tínhamos esta filosofia relativamente aos produtos e produtores alentejanos, que fazem parte das nossas memórias familiares, e agora decidimos alargar aplicá-lo a Portugal em toda a sua extensão”.

Mantendo os três pilares com que fundaram o seu projeto - tradição, produto e serviço -, os primos e sócios Carlos Afonso e Sérgio Frade pretendem homenagear Portugal e temperá-lo com a criatividade e técnica de alta gastronomia que Carlos Afonso tão bem domina.

Entre outras novas criações e vários especiais do dia, a carta oferece tártaro e carpaccio de carne maturada (180 dias), cecina e uma especial empada de bochecha de porco com orégãos e flor de sal. Ao balcão ou à mesa da recém-instalada esplanada d´O Frade, pode apreciar-se também pica-pau de porco alentejano, ostras com citrinos, línguas de bacalhau com coentros e feijoada de polvo. Inspirados na recente viagem aos Açores no âmbito de um projeto para a valorização do Património Gastronómico da ilha do Pico, surgem também pratos como o sarrajão marinado com coentros e limão e o atum-albacora. Para terminar em beleza, uma mousse de chocolate com flor de sal e sorbet de maracujá, o leite creme de leite de cabra ou a tradicional encharcada com sorbet de tangerina.

Chegaram novidades, mas não há motivo de preocupação. Os habitués da casa podem continuar a pedir a papada de porco, o coelho de coentrada e o já famoso arroz de pato, que se mantêm firmes na nova carta.

“Vivemos tempos desafiantes, mas saímos deles ainda mais motivados e extremamente felizes com tudo aquilo que alcançámos. Crescemos muito nestes últimos anos e estamos empenhados em continuar a honrar a gastronomia nacional, enquanto valorizamos o produto português”, refere Sérgio Frade. “Esta carta marca um novo ciclo, com a essência e os sabores portugueses, mas agora mais apurados e marcantes. É uma viagem pelos melhores sabores de Portugal enquanto destacamos as nossas memórias de infância e personalidades, algo que os nossos clientes tanto valorizam”, reforça Carlos Afonso.

As novas inspirações não se manifestaram só na comida. O Frade expandiu a garrafeira e apresenta variadas referências de todo o território nacional incluindo as ilhas, sendo que continua fiel à herança dos vinhos ACV – Vinho de Talha de produção familiar, que são o pilar e o coração desta família.

cardapio.pt @ 16-6-2021 17:49:30

Galeria de fotos


Clique aqui para ver mais sobre: Notícias sobre Restaurantes