"Como queiram" de Shakespeare em Guimarães a 1 de Março

A abrir a programação do mês de março, no próximo sábado, um elenco de exceção sobe ao palco do Centro Cultural Vila Flor para apresentar a encenação de Beatriz Batarda de “Como Queiram”, comédia romântica pastoral escrita por William Shakespeare. O espetáculo tem início às 21h30 no Grande Auditório.

cardapio.pt @ 25-2-2014 10:26:37

“Como Queiram” é a peça mais musical de todas as obras escritas por William Shakespeare, autor que em 2014 comemora o seu 450º aniversário, continuando viral em todo o mundo. Supõe-se que tenha sido escrita entre 1599 e 1600, reconhecendo-se-lhe a evidente influência do conto Rosalinda: o legado dourado de Euphes de Thomas Lodge publicado em 1590. Encontramos em “Como Queiram” temas recorrentes da escrita de William Shakespeare tal como o do amor à primeira vista ou o jogo da troca de géneros e identidades, criando equívocos e confusão que ampliam o ambiente pastoral cómico na “floresta de Arden”.

A intriga gira em torno dos pares românticos: Orlando (Nuno Lopes) e Rosalinda (Carla Maciel), Olívio (Sérgio Praia) e Célia (Sara Carinhas), Sílvio (Romeu Costa) e Febe (Leonor Salgueiro), todos em busca de um final feliz e de um amor verdadeiro abençoado pela natureza. Mas a vida dura na floresta reserva-lhes algumas surpresas, e entre trocas e confusões vão sendo revelados segredos. Rosalinda, Célia e Tocaspartes (Luísa Cruz) disfarçados de rurais, escondem-se na floresta para fugir ao Duque Frederico (Marco Martins), pai de Célia, e usurpador do reino do seu irmão mais velho, o Duque exilado (Rui Mendes). Também Olívio e Orlando são alvo dos temas da destituição e vêem-se, tal como os outros, na floresta em busca de uma nova vida. Todos acabam por encontrar a reconciliação, ou o perdão, abençoados pela natureza. Até mesmo Jaques (Bruno Nogueira), o pensador que não age, o melancólico cuja única paixão é o pensamento, revela-se o único a ser capaz de abandonar o mundo civilizado para se dedicar à contemplação da beleza na natureza.

William Shakespeare aproveita o estilo da comédia romântica pastoral para fazer uma crítica feroz às práticas sociais que infligem infelicidade e injustiça, enquanto troça dos comportamentos antissociais e autodestrutivos daqueles que deixam passar a vida sem nunca dela disfrutarem. Apresentando-se como uma narrativa dramática sobre o amor, “Como Queiram” propõe uma meditação sobre a natureza caótica da sexualidade humana e das leis que a regulamentam. E é precisamente neste ponto que a comédia é assombrada pela perceção do sentido trágico da vida.


“Como Queiram” é um espetáculo coproduzido pelo Centro Cultural Vila Flor, Arena Ensemble, S. Luiz Teatro Municipal e Teatro Nacional S. João. O custo dos bilhetes situa-se entre os 10,00 e os 7,50 euros com desconto, podendo ser adquiridos no Centro Cultural Vila Flor e na Plataforma das Artes e da Criatividade, bem como em www.ccvf.pt, nas lojas Fnac, El Corte Inglés, Worten, entre outros locais.

Ainda no dia 01 de março, à meia-noite, o Café Concerto recebe os SoundMaker, um projeto com sonoridades próximas do trip-hop, que nesta noite apresentam o seu primeiro álbum, “Soundscape”, lançado em finais de 2013.

Liderados pelo compositor e multinstrumentista Samuel Coelho, os SoundMaker são constituídos por músicos provenientes de diferentes universos musicais que têm levado a cabo uma viagem de afirmação da sua identidade sonora. As dez músicas que compõem o primeiro álbum da banda, “Soundscape”, levam-nos numa viagem ao mundo interior da fantasia, através de paisagens sonoras que surgem de uma conjugação arrojada de subtilezas – as melodias oníricas do violoncelo, o exotismo da voz, com os ritmos fortes e contagiantes da bateria, os detalhes das eletrónicas, do tenori-on e de outras fontes geradoras de som. Vencedores do “FundaSound – 4ª Mostra de Música Pop de Guimarães”, no ano de Guimarães Capital Europeia da Cultura, os SoundMaker são uma banda que vale a pena seguir de perto, (re)começando pelo concerto desta noite em Guimarães. A entrada tem o custo de 3 euros.

cardapio.pt @ 25-2-2014 10:26:37