6/8/2020 a 23/8/2020 "O Burguês Fidalgo" em estreia no arranque da temporada no Teatro Carlos Alberto

O Teatro da Palmilha Dentada estreia o primeiro espetáculo no arranque da temporada 2020-2021 dos espaços do Teatro Nacional São João. No dia 6 de agosto, O Burguês Fidalgo sobe ao palco do Teatro Carlos Alberto para uma carreira que se prolonga até ao dia 23 desse mês. Ricardo Alves, responsável pela encenação e dramaturgia do espetáculo, “reinventou” a comédia-balé de Molière de 1670, abrindo um novo capítulo na história da companhia portuense que, pela primeira vez, coloca numa ficha artística o nome de um autor do cânone dramático ocidental.

cardapio.pt @ 30-7-2020 10:25:00

"O Burguês Fidalgo"

"O Burguês Fidalgo"

É “a partir de” e não “de” Molière que é construído este Burguês Fidalgo que vai agora estar em cena. A expressão poderá funcionar como um aviso ao público, denunciando assim uma apropriação da obra original, isto se pensarmos no significado do verbo partir: “fazer ou ficar em pedaços”. As 14 personagens em palco e os cinco atos – um que “não acontece” e outro que apresenta três versões – são apenas alguns dos elementos que fazem parte desta comédia de costumes travestida de musical ou vice-versa, um estilo já conhecido da companhia, que apresentou A Cidade dos Que Partem em 2009.

“O meu sonho sempre foi fazer Molière. Até porque gosto de acreditar que ele seria dos poucos autores clássicos que não ficariam muito zangados por eu lhes assassinar o texto”, diz Ricardo Alves, antevendo que o público vai assistir a uma adaptação que parte da obra original do autor. Tendo como base a tradução feita em 1769 pelo Capitão Manoel de Sousa – escrita em português antigo e que obrigou o encenador a realizar uma “tradução” –, Ricardo Alves procurou transformar este clássico em algo que ele não é: atual.

“Nenhum clássico foi escrito para ser um clássico. Foram escritos para serem vistos no seu tempo. Embebidos da realidade da época”. É desta forma que o encenador expõe a sua vontade de adequar o espetáculo à realidade dos dias de hoje. Fazendo menção às questões estruturantes da comédia-balé de Molière, que se prendem com a crítica à sociedade e aos seus costumes e que por isso não se esgotam no tempo, a peça explora, através do humor que caracteriza os textos da companhia, a “nova realidade” de que tanto se fala na sequência da pandemia da Covid-19.

Numa coprodução Teatro Nacional São João e Teatro da Palmilha Dentada, O Burguês Fidalgo pode ser visto à quarta-feira e ao sábado, às 19h00; à quinta e à sexta-feira, às 21h00; e ao domingo às 16h00. A récita do dia 16 de agosto conta com tradução simultânea em Língua Gestual Portuguesa, estando ainda agendada uma conversa no final do espetáculo. O preço dos bilhetes é de 10 euros.



Informações

Datas: 6 a 23 de agosto de 2020

Local: Teatro Carlos Alberto, Porto

Horário: Quarta-feira e sábado, às 19h00 | Quinta e sexta-feira, às 21h00 | Domingo às 16h00

Bilhete: 10 euros

cardapio.pt @ 30-7-2020 10:25:00


Clique aqui para ver mais sobre: Teatro