29/9/2021 a 10/10/2021 “Tartufice” de Molière estreia-se nos espaços do São João

O Teatro Nacional São João apresenta a primeira estreia da nova temporada. A partir da comédia clássica de Molière, Tartufo convoca o espectador para uma meditação sobre a mentira e a hipocrisia na sociedade contemporânea – tempo das fake news, da pós-mentira e das “start-ufs” –, mas também sobre a essência do teatro. A coprodução do São João e do Teatro da Garagem estreia esta quarta-feira, 29 de setembro, no Mosteiro de São Bento da Vitória, onde estará em cena até 10 de outubro.

cardapio.pt @ 29-9-2021 12:10:04

"Tartufo" © Carlos Porfírio

"Tartufo" © Carlos Porfírio

Neste espetáculo, o texto do dramaturgo francês surge quase sem alterações, depurado apenas na sua rima original pela tradução de Regina Guimarães e pela dramaturgia e encenação de Carlos J. Pessoa.

Em Tartufo, cada ator representa uma dupla de personagens que são simultaneamente a cara e a coroa da mesma moeda – à exceção de Orgon, a única personagem capaz de escapar ao jogo implacável da sedução e da mentira –, numa duplicidade que evidencia a complementaridade das mesmas entre si, nas diferentes tonalidades que apresentam. Desta forma, o encenador descobre no clássico de Molière um teatro ignóbil onde não há heróis nem vilões, mas criaturas que produzem e combatem a pestilência, num espaço de conflitos, de jogos, de destreza e de confusão. “O texto cénico do Tartufo, na nossa versão, é um quadro da vida humana no seu desenlace eloquente e na sua espuma quotidiana”, afirma Carlos J. Pessoa.

Ao darem a compreender o próprio embuste da catarse, o seu efeito manipulador e coercivo, o Teatro da Garagem pretende incentivar o espectador a refletir de forma crítica, a encontrar as suas questões e debatê-las no pós-teatro e a construir pontes entre o passado, o presente e o futuro. Refira-se ainda que o facto de o Teatro da Garagem e Tartufo se terem cruzado foi uma “alegre anomalia”, já que a companhia lisboeta não pratica um teatro de repertório, encontrando antes a sua identidade artística nos textos do dramaturgo e encenador Carlos J. Pessoa.


"Tartufo" © Carlos Porfírio

"Tartufo" © Carlos Porfírio

Seremos todos Tartufos?

Esta é uma das questões levantada pelo espetáculo e que se dirige ao público. A tartufice, como bem explica Molière, é capaz de nos oferecer aquilo que desejamos de uma maneira fácil, encantadora, generosa e concupiscente – movidos pela adição e pelo prazer imediato, estamos muitas vezes dispostos a enganar o próximo sem pudor nem piedade. Por outro lado, enquanto escravos obedientes desses desejos, seguimos confiantes os Tartufos que nos aparecem à frente, sem grande sentido crítico. “Quando é que somos mais enganados? Quando somos tartufos ou quando somos tartufiados? Estaremos condenados à intoxicação pela tartufice?”, questiona Carlos J. Pessoa.

Tartufo vai estar em cena até 10 de outubro e pode ser visto de quarta-feira a sábado, às 19h00, e ao domingo, às 16h00. A récita do dia 3 de outubro terá tradução simultânea em Língua Gestual Portuguesa, estando ainda agendada uma Conversa com o Mestre no final – uma atividade orientada pelo dramaturgo e encenador Luís Mestre, com o intuito de promover uma maior proximidade entre o público e atores e encenadores em torno do espetáculo a que acabaram de assistir. A peça é para maiores de 12 anos e os bilhetes têm um custo de 10 euros.


Ficha artística e técnica

De Molière

Dramaturgia e encenação Carlos J. Pessoa

Tradução Regina Guimarães

Música e sonoplastia Daniel Cervantes

Cenografia e figurinos Sérgio Loureiro

Desenho de luz Nuno Samora

Operação de luz e vídeo André Carinha Mateus

Assistência de encenação Ana Palma

Direção de produção Raquel Matos

Interpretação Ana Palma, Joana Raio, Miguel Damião, Paula Só, Sérgio Silva, Susana Blazer

Coprodução Teatro da Garagem, Teatro Nacional São João

Apoio Câmara Municipal de Lisboa, EGEAC – Programação em Espaço Público, Junta de Freguesia de Santa Maria Maior

Informações

Datas: 29 de setembro a 10 de outubro de 2021

Local: Mosteiro de S. Bento da Vitória, Teatro Nacional S. João, Porto

Horário: Quarta a sábado, 19:00 dom 16:00

Língua Gestual Portuguesa + Conversa com o Mestre | 3 de outubro

cardapio.pt @ 29-9-2021 12:10:04

Galeria de fotos


Clique aqui para ver mais sobre: Teatro