Termas de Vale da Mó, em Anadia: época termal já teve início

Termas com água única em Portugal

Teve início no dia 1 de junho, e prolonga-se até 30 de setembro próximo, a época termal em Vale da Mó, Anadia. Estas termas, geridas pelo Município de Anadia, são conhecidas pela raridade da sua água, que, do ponto de vista terapêutico, é indicada para o tratamento de doenças do sangue (anemias e outras por carência de ferro) e gastro-hepáticas (gastro-duodenais e hepatopatias), e ainda anorexias e convalescenças.

cardapio.pt @ 3-6-2014 16:18:20

Segundo o laboratório da Direcção Geral de Geologia e Energia (Janeiro de 1993), a água mineral das Termas do Vale da Mó nasce bacteriologicamente pura, sem cheiro e de sabor ligeiramente férreo, fracamente mineralizada, tratando-se, assim, de uma água bicarbonatada magnesiana ferruginosa, o que a torna uma representante única deste tipo no património hidrológico português.


As técnicas termais associadas à água de Vale da Mó consistem na simples ingestão de água, na própria fonte, e só aí (dada a precipitação rápida), fria ou quente, em 5 tomadas diárias, com intervalos de 20 minutos, durante a manhã e a tarde. Os tratamentos podem variar entre os 14 e 21 dias, de acordo com a prescrição médica. Os aquistas inscritos, para além da ingestão da água, usufruem ainda de consultas regulares efectuadas pelo corpo clínico afeto às Termas de Vale da Mó, dirigido pelo médico Dinis Martins Calado.


As termas estão abertas de segunda-feira a sábado (incluindo feriados), das 8h00 às 12h00 e das 16h00 às 19h00, e aos domingos, das 8h00 às 12h00 e das 15h30 às 18h00. As consultas decorrem às segundas e quintas-feiras, a partir das 14h30.


Paralelamente, e como já vem sendo hábito, a Câmara Municipal de Anadia irá dinamizar, ao longo da época termal, um conjunto de atividades culturais dirigidas aos aquistas. A iniciativa, em curso desde 2009, tem contado com a adesão dos frequentadores desta estância: ateliers, filmes de época, jogos tradicionais e muitas leituras compõem o cardápio de atividades a desenvolver, todas as quartas-feiras, a partir das 16h00.


Este ano, e pela primeira vez, os aquistas terão ao seu dispor uma pequena biblioteca, instalada na bouvette e composta, sobretudo, por leitura recreativa. As obras são passíveis de empréstimo domiciliário, para que os interessados possam, durante a sua permanência, usufruir, também, dos benefícios da leitura. Aliar a terapia à recreação e à cultura é o grande objetivo deste projeto da Câmara Municipal de Anadia, do qual todos os aquistas poderão usufruir até ao final de Setembro.

cardapio.pt @ 3-6-2014 16:18:20


Clique aqui para ver mais sobre: Destinos