27/3/2015 a 26/4/2015 Teatro Extremo estreia "Guerra é Guerra"

No Dia Mundial do Teatro e 21º aniversário o Teatro Extremo estreia a sua 46ª criação “Guerra é Guerra”, ocasião para a qual estão desde já convidados a marcar presença. No âmbito do vosso interesse na divulgação da peça estamos desde já disponíveis para participação nos vossos programas e realização de entrevistas, ao encenador Horácio Manuel e ao diretor artístico do Teatro Extremo, Fernando Jorge Lopes.

@ 25-3-2015 17:13:33

“Guerra é Guerra” tem texto inédito de Horácio Manuel que assina a encenação e participa no elenco com Bibi Gomes, Fernando Jorge Lopes e Rui Cerveira.

Uma comédia, que narra com humor a epopeia vivida pelo povo português na resistência às três invasões de Napoleão. Em cena até 26 de Abril, às sextas e sábados às 21h30 e domingos ás 16h no Teatro – Estúdio António Assunção, novo equipamento cultural da cidade de Almada.

Sinopse

Guerra é Guerra narra episódios das três invasões Francesas. As acções passam-se em Lisboa/Vimeiro para a primeira invasão, Porto para a segunda e num bosque junto às Linhas de Torres Vedras para a terceira. É uma história de violência e amor que evidencia também o papel da igreja e dos seus Padres na resistência ao invasor Francês. Uma viagem pelo sofrimento do povo Português tocando o horror e a brutalidade que a guerra sempre gera para todas as partes, mas também sublima a solidariedade e o amor. Quatro personagens principais, Frei Bernardo, inconformado com a ocupação Francesa, batalhador e dinâmico. Joanico um sem-abrigo Lisboeta protegido pelo frade, carcomido por um corpo e mente que se vai deformando, mas assertivo e jocoso. A esta dupla Junta-se no Porto Frei Pacheco e a cantora Luísa Todi. É verdade que Luísa Todi esteve no Porto e envolvida no triste episódio da tragédia da Ponte das Barcas. Passam pelo espectáculo os personagens Junot, a Condessa de Ega e um soldado Francês. Um pouco de ficção envolve o resto da narrativa tendo sempre por tapete o registo histórico rigoroso. Um texto que coloca em perspectiva, um espectáculo dinâmico e matizado, onde o divertido e o trágico andam de mãos dadas como tudo o que é humano.

Ficha Artística e Técnica

Autoria e Encenação: Horácio Manuel; Interpretação: Bibi Gomes, Fernando Jorge Lopes, Horácio Manuel e Rui Cerveira; Voz e Canto: António Rocha; Desenho de Luz: Celestino Verdades; Desenho de Som: Sandro Esperança; Movimento: Maria João Garcia; Cenografia e Figurinos: Horácio Manuel; Assistência de Cenografia/Adereços: Maria João Montenegro; Assistência de Figurinos: Francisca Lima; Direção Técnica: Celestino Verdades; Operação Luz e Som: Maria João Montenegro; Técnico de Palco: Daniel Verdades; Direção de Produção: Sofia Oliveira; Promoção: Victor Pinto Ângelo; Comunicação e Assessoria de Imprensa: Nádia Santos; Assistência de Produção: Paula Almeida; Design gráfico: P2F Atelier; Registo Vídeo: João Varela; Fotografia: Vítor Cid; Agradecimentos: Ana Gouveia, Francisco Silva e Zé Rui.

@ 25-3-2015 17:13:33


Clique aqui para ver mais sobre: Teatro Extremo - Notícias / Eventos