Novidade: "Pessoas Altamente Sensíveis" de Karina Zegers de Beijil

Sabia que 2 de cada 10 pessoas têm uma maior sensibilidade que o resto? Isso pode provocar stress, incompreensão e até dor. Em "Pessoas Altamente Sensíveis" a autora, Karina Zegers de Beijil escreve desde a primeira pessoa e partilha os seus conhecimientos e experiências como Pessoa Altamente Sensível (PAS).

cardapio.pt @ 21-5-2020 14:35:12

Segundo a psicóloga americana Elaine Aron, 2 em cada 10 pessoas são “consideravelmente mais sensíveis” do que as outras. Uma dessas pessoas é a holandesa Karina Zegers Beijil, fundadora da Associação de Pessoas com Alta Sensibilidade de Espanha (APASE) e autora do libro “Pessoas Altamente Sensíveis” (Esfera dos Livros). O livro chega a Portugal este mês de maio e pretende servir de ferramenta para o leitor poder identificar rasgos que o assemelhem a uma pessoa Altamente Sensível. 

“Desde a minha infância que me sentia uma ave rara, alguém que não encaixava a cem por cento em lado nenhum, uma patinha feia, sempre ansiando por pertencer, sem nunca encontrar ninguém como eu, que compreendesse e vivenciasse o mundo como eu. Por isso, as tentativas de adaptar-me às «regras» dos outros apenas serviam para que me sentisse ainda mais sozinha e mais isolada e, com o passar do tempo, nada mais do que esgotada. É evidente: não podemos pretender ser o que não somos; viver uma mentira é viver uma vida que não é a nossa e isso acaba por ter custos”, confessa a autora logo no início deste livro.

Assusta-se com facilidade? Angustia-se quando tem muito para fazer em pouco tempo? Tem a necessidade de ser aceite, de agradar? Não sabe estabelecer limites? Sente dificuldade em tomar decisões? É muito meticuloso e perfecionista? Leva a mal que o observem quando está a fazer alguma coisa? Angustia-se com a agitação à sua volta? Sente-se muitas vezes incompreendido?

É possível que, se se sentir identificado com estas situações, seja uma pessoa altamente sensível (PAS), um traço de personalidade que afeta 15 a 20% da população mundial. Não significa ser especial ou melhor do que as restantes pessoas, apenas que tem uma forma diferente de encarar determinados aspetos da sua vida. 

A autora, ela própria uma PAS que optou por aprofundar os seus conhecimentos nesta área para poder encarar a vida de outra forma e fundou a Associação de Pessoas Altamente Sensíveis em Espanha, explica-nos, de uma forma prática e simples, de que modo nos deveremos posicionar nas relações amorosas e no trabalho para podermos manter a nossa personalidade, sem que sejamos continuamente magoados por ela, ou como poderemos ajudar uma criança altamente sensível.

O livro "Pessoas Altamente Sensíveis" já está disponível nas livrarias de todo o país numa edição d'A Esfera dos Livros.

cardapio.pt @ 21-5-2020 14:35:12


Clique aqui para ver mais sobre: Notícias sobre Literatura e Livros