Novidades Livros (16 a 22 de julho de 2020)

cardapio.pt @ 15-7-2020 16:58:32

Nação Valente Lugares, objetos e tradições da História de Portugal de Hélder Reis

Editor: Editorial Planeta

Sinopse: 
Este é um livro recheado de emoções. Hélder Reis leva-nos numa viagem única por Portugal. Pelos lugares emblemáticos que marcaram a sua história, fala-nos da gente valente e heroica, dá-nos a conhecer objetos que ainda hoje nos contam uma estória empolgante e as tradições populares que nos tornam únicos. Venha daí.

Quando visita o Terreiro do Paço, em Lisboa, imagina aquela praça como palco de um regicídio, ouvindo os gritos que a 1 de fevereiro de 1908 inundaram a cidade: «Mataram o rei no Terreiro do Paço.» Ao pisar as pedras do Castelo de Guimarães, sabe que o berço da nossa nacionalidade já foi também um palheiro, uma pedreira e até uma prisão? Conhece a tradição das magníficas Festas dos Tabuleiros de Tomar ou as Festas do Povo de Campo Maior, ou a origem dos assustadores Caretos de Podence? Sabia que o astrolábio mais antigo do mundo é português ou que pode consultar o tratado que deu origem à nossa Nação, na Torre do Tombo? Chama-se Bula Manifestis Probatum . Ou ainda que foram precisos 70 quilos de ouro por ano para erguer o Mosteiro dos Jerónimos? Conhece o chocalho, um objeto com mais de dois mil anos e que é património da humanidade?

E já ofereceu algum lenço dos namorados, uma carta de amor escrita em bordado?

Estas e muitas outras histórias de uma nação valente que merecem ser lidas, conhecidas e visitadas.

Fahrenheit 451 de Ray Bradbury

Editor: 11 X 17

Sinopse: Guy Montag é um bombeiro. O seu emprego consiste em destruir livros proibidos e as casas onde esses livros estão escondidos. Ele nunca questiona a destruição causada, e no final do dia regressa para a sua vida apática com a esposa, Mildred, que passa o dia imersa na televisão.


Um dia, Montag conhece a sua excêntrica vizinha Clarisse e é como se um sopro de vida o despertasse para o mundo. Ela apresenta-o a um passado onde as pessoas viviam sem medo e dá-lhe a conhecer ideias expressas em livros. Quando conhece um professor que lhe fala de um futuro em que as pessoas podem pensar, Montag apercebe-se subitamente do caminho de dissensão que tem de seguir.

Mais de sessenta anos após a sua publicação, o clássico de Ray Bradbury permanece como uma das contribuições mais brilhantes para a literatura distópica e ainda surpreende pela sua audácia e visão profética.

O Jardim Secreto O livro do filme de Frances Hodgson Burnett

Editor: Oficina do Livro

Sinopse: O Jardim Secreto conta a história da Mary Lennox, uma menina que vivia no seio de uma família abastada na Índia, que de um dia para o outro fica órfã e tem de ir morar com um tio que não conhece para Inglaterra.


O seu tio, Archibald Craven, vive numa mansão antiga que outrora tinha sido maravilhosa e festiva, mas que sofreu pesadas consequências após servir de hospital de campanha durante a Segunda Guerra Mundial.

Agora, a casa está velha e despojada de valores e alegria. A Mary procura conforto no exterior, onde descobre um jardim escondido. Com o Dickon, o Colin e o Hector, para além de recuperar o jardim abandonado há uma década, encontra o valor da amizade e aprende também que o jardim está cheio de magia e tem o poder de mudar vidas.

Aceitação Radical Abrace a sua vida com Buda no coração de Tara Brach

Editor: Lua de Papel

Sinopse: Sentimo-nos muitas vezes aquém do que esperam de nós. Vivemos na companhia de um juiz interior implacável, picuinhas, que não nos perdoa nada: não somos bons, inteligentes, elegantes ou ricos o suficiente. Procuramos compensar essa falta numa procura incessante de mais coisas, mais dinheiro, mais qualificações, mais horas de ginásio. É um círculo vicioso, a que Tara Brach chama o transe do desmerecimento. Ou seja, vivemos na ilusão de que fazemos (quase) tudo mal.


Tara Brach sabe-o por experiência própria. Durante a universidade, o seu sentimento de desadequação era de tal modo profundo que a levou a refugiar-se num ashram (comunidade espiritual), onde passou uma década a praticar e ensinar ioga. Só anos mais tarde, depois de concluído um doutoramento em Psicologia Clínica e um curso budista, é que se sentiu em paz consigo própria.

Em Aceitação Radical, a mestre budista partilha o que de mais importante aprendeu na sua caminhada. A partir de uma síntese de psicologia ocidental e sabedoria oriental, apresenta um método essencialmente prático, cujo objetivo é ajudar o leitor a aceitar-se exatamente como é - e essa aceitação, como veremos, é a única e verdadeira liberdade de que podemos gozar.

O Ouriço e a Raposa Ensaio sobre a visão histórica de Tolstói de Isaiah Berlin

Editor: Editora Guerra & Paz

Sinopse: Num livro de esplêndida erudição literária e filosófica, Isaiah Berlin usa esta parábola animal para dividir a humanidade, de forma espirituosa, em ouriços e raposas. Classificação simples na aparência, mas que confronta dois modos existenciais de enfrentar a realidade.

As raposas julgam saber muitas coisas, aceitando, por isso, uma visão global do mundo que as ultrapassa. A sua pluralidade de saberes leva-as a reconciliarem-se com os limites do que sabem, vivendo felizes com isso.
Os ouriços, pelo contrário, querem saber uma grande coisa, procurando obsessivamente que essa grande coisa dê uma unidade formal à realidade, única forma de se reconciliarem com o mundo. As suas vidas podem, por essa razão, ser menos felizes.
Feliz, e delicioso, é este ensaio que flui, como um rio, distribuindo pelas suas margens os ouriços que são Dante, Pascal, Ibsen ou Marcel Proust e as raposas que terão sido Shakespeare, Heródoto, Aristóteles, Montaigne, Goethe ou James Joyce.
A distinção entre a raposa pluralista e o ouriço obstinado converteu-se num padrão da nossa análise cultural, fazendo deste livro um marco de prazer e de saber, que perdura.

«A raposa sabe muitas coisas, mas o ouriço sabe uma coisa muito importante.»

O Sexo da Música As surpreendentes ligações entre música e sexualidade de Etienne Liebig

Editor: Temas e Debates

Sinopse: Sexo e música: uma harmonia que vem de longe…

Conheçamos a história que liga, desde as origens da Humanidade e em todas as culturas, a música com a sexualidade.

Partindo das ligações fisiológicas entre o prazer sexual e o prazer de ouvir música, esta obra aborda, de um ponto de vista antropológico e histórico, aquilo que, em todas as épocas e em todas as latitudes, fez com que a música e o sexo se cruzassem: a música das heteras romanas, as melopeias das gueixas, as composições do romantismo alemão ou das bandas pop da década de 1970. Por último, o autor revela o que une a música e a sexualidade nas representações artísticas e culturais: da pintura chinesa à banda desenhada, passando pelas influências da música e do sexo sobre a literatura e a arte cénica, das danças da Antiguidade à cultura hip hop. 

Histórias para os Avós Lerem aos Netos Com Audiolivro de Isabel Stilwell; Ilustração: Marta Torrão Quadros

Editor: Livros Horizonte

Sinopse: Este livro é para avós que não estragam os netos, e que lhes dão um colo sereno e um abraço apertado quando esfolam um joelho ou magoam o coração.

Este livro é para avós que querem netos felizes solidários, seguros de si e sem medos.
Este livro é para avós que adoram a desculpa que os netos lhes dão para voltarem a meter-se em aventuras que toda a gente jura que já não têm idade para fazer.

E porque os avós também gostam de ter quem lhes conte as histórias, graças ao audiolivro que podem descarregar ou ouvir diretamente no Youtube, agora já podem ficar com os mais pequeninos a ouvi-las, num quarto escuro e, juntos, dar asas à imaginação ou aproveitarem para se aconchegarem na mesma manta e ficarem a olhar para as estrelas da janela. Este livro é para avós como nós. E para os nossos netos.

Rosto e Expressões de Florentino Mendes Pereira

Editor: Tecto de Nuvens

Sinopse: 
«Apraz-me escrever, em termos simples, os simples casos e episódios do tempo, do espaço, do desporto (…) Que os versos simples deste livro, ajudem o leitor a ser puro no olhar, a reagir com o coração e a deixar vestígios de vida e lume, em rostos, expressões, obras e palavras.»

Em que Crê Quem Não Crê Um Diálogo sobre a ética de Umberto Eco e Carlo Maria Martini;

Editor: Gradiva

Sinopse:
 Este pequeno mas precioso livro reúne a correspondência trocada entre Umberto Eco e o cardeal Carlo Maria Martini através das páginas do jornal italiano Liberal, entre Março de 1995 e Março de 1996. Nas oito cartas desse debate público, um intelectual brilhante e importante membro da Igreja e um representante da cultura laica uma figura singular da cultura e do pensamento contemporâneos discutem, com tolerância exemplar e liberdade dialética, os valores fundamentais do homem contemporâneo, a perspectiva dos apocalipses, as tradições religiosas e o senso comum, além das restrições impostas às mulheres. Debatem, enfim, a fé. Ao acalorado diálogo entre Eco e Martini somam-se as vozes de muitos dos leitores que irão ler este livro, num vivo, acalorado, mas exemplarmente harmónico.

Um livrinho que não perdeu réstia de actualidade.

A morte e outros finais felizes de Melanie Cantor

Editor: Porto Editora

Sinopse: 
Nada como receber a notícia de que temos os dias contados para percebermos o que é realmente importante.

Quando Jennifer Cole descobre que tem apenas três meses de vida, decide escrever três cartas: uma para irmã egoísta e arrogante, outra para o ex-marido traidor e amoral e a terceira para seu charmoso, mas pouco confiável, ex-namorado. As cartas expressam tudo o que ela sempre quis dizer, mas nunca teve coragem. Embora temendo as piores reações, Jennifer reconhece que os desabafos lhe retiraram um enorme peso dos ombros e sente-se mais leve e tranquila.

Mas, como ela em breve descobrirá, a verdade tem formas muito interessantes de nos surpreender. E a morte também.

Atlas Histórico de África Da pré-história aos nossos dias de François-Xavier Fauvelle e Isabelle Surun

Editor: Editora Guerra & Paz

Sinopse: 
A África é um continente imenso e as sociedades que o habitam conheceram múltiplas trajectórias históricas ao longo dos milénios, sem deixar de interagir entre si e com os mundos externos. Cinco grandes períodos marcam esta história:
- A África antiga (desde a Pré-história até o século XV), ao mesmo tempo berço e caldeirão da diversidade linguística, técnica e política;
- A África na era moderna (do século XV ao XVIII), os seus grandes reinos e o início da presença europeia;
- A África soberana (século XIX), após a abolição do tráfico atlântico de escravos e as reconversões económicas africanas;
- A África sob o domínio colonial, entre a «partilha» do continente, resistências anticoloniais e descolonizações;
- A África das independências, que enfrenta numerosos desafios políticos, económicos e sociais.

Este atlas reúne mais de 100 mapas e os conhecimentos constantemente renovados da história da África, mostrando o quanto este continente, longe de se fechar sobre si próprio, tem sido dinâmico e unido à história global.

Um Milagre Chamado Chika de Mitch Albom

Editor: Edições Asa

Sinopse:
Uma história de entrega, coragem e amor sem limites.
Um hino à transcendência do ser humano.

Chika nasceu em 2010, poucos dias antes do sismo que devastou o Haiti. Conviveu desde cedo com a miséria e o abandono. Mas aos três anos, após a morte da mãe, a menina conheceu um novo lar: o orfanato gerido por Mitch Albom e a mulher, Janine.

Graças à sua inesgotável alegria de viver, Chika fez de imediato as delícias das outras crianças e das professoras. Mas o Destino reservava-lhe mais um golpe cruel, pois aos cinco anos foi-lhe diagnosticado um tumor cerebral que nenhum médico no Haiti ousou desafiar.

Inconformados, Mitch e Janine deram início à jornada mais dura e ao mesmo tempo mais gratificante das suas vidas: a busca de uma cura para a corajosa menina. Primeiro nos Estados Unidos, e depois por todo o mundo, não houve porta a que não tivessem batido. E Chika foi ocupando cada vez mais espaço nas suas vidas e nos seus corações, ensinando-lhes, com o seu otimismo e humor, que onde há amor, há força para enfrentar até a mais terrível das perdas.

O livro mais íntimo e pessoal de Mitch Albom. Uma homenagem à criança prodigiosa que mudou a sua vida e deu um verdadeiro significado à palavra família.

(Da falta de) Liberdade de Expressão Um manifesto em prol da democracia de Joshua Wong e Jason Y. Ng

Editor: Bertrand Editora

Sinopse:
 Joshua Wong fez história aos 14 anos quando, perante o silêncio e a impassividade dos adultos, organizou o primeiro protesto estudantil em Hong Kong contra a Educação Nacional - e venceu. Desde então, Wong esteve à frente do Movimento dos Guarda-Chuvas, fundou um partido político (Demosisto) e uniu a comunidade internacional em torno dos protestos contra a nova lei de extradições para a China, nos quais 2 milhões de pessoas (mais de ¼ da população de Hong Kong) participaram. Graças ao seu ativismo, que atraiu a atenção do mundo, foi indicado para o Prémio Nobel da Paz e preso inúmeras vezes.

Este livro conta-nos como Wong encontrou o ativismo, colige as cartas que escreveu enquanto prisioneiro político da República Popular da China e encerra com um apelo global à união e à ação, em defesa dos valores democráticos.

Enquanto continuarmos calados, ninguém estará seguro. Mas com verdadeira liberdade de expressão, as nossas vozes unidas tornar-se-ão uma só.

As Sílabas de Amália de Manuel Alegre

Editor: Dom Quixote

Sinopse: 
A 23 de julho celebra-se o centenário do nascimento de Amália Rodrigues. Num texto sobre Amália, publicado no livro Uma Outra Memória e incluído nesta obra de homenagem, escrevia assim Manuel Alegre: «Todo o canto, como a poesia, é uma questão de ritmo. Ou de batida. O ritmo de Amália é o ritmo das marés, a sua batida a do nosso mar. Ela podia cantar flamenco ou tango, espirituais negros ou jazz, podia entoar uma fuga de Bach, trautear as incomparáveis harmonias de Mozart. Mas ela canta isso tudo e um pouco mais. Canta o fado no sentido em que dele fala Camões. Quando ela diz fado está a dizer o nosso próprio nome e pronuncia essa palavra com a mesma entoação que provavelmente Camões lhe dava. Suspeito mesmo que foi para ela que Camões escreveu alguns dos poemas que Alain Oulman transformou em fado.»

As Sílabas de Amália é uma obra singular que reúne os quatro poemas de Alegre que Amália cantou, os que sobre ela escreveu e aqueles que exprimem uma visão do fado que, em grande parte, o poeta ficou a dever a Alan Oulman e a Amália Rodrigues. Inclui, ainda, um poema inédito de tributo a Amália.

Fala sem erros 100 respostas às tuas maiores dúvidas de língua portuguesa de Sandra Duarte Tavares

Editor: Porto Editora

Sinopse: Fala sem erros apresenta 100 respostas às tuas dúvidas mais frequentes de língua portuguesa.


Tens nele o teu "kit de sobrevivência":

  • finta os erros que dás quando falas ou escreves;
  • remata contra todas as tuas questões sobre a utilização correta de determinadas palavras ou expressões;
  • marca golo nas apresentações em público.


Fala com um verdadeiro craque: sem erros e com confiança.
Não faças faltas e o sucesso será teu!

Orações e Mensagens pelo Bebé

Editor:  Bookout

Sinopse: 
A chegada do bebé é um momento especial repleto de sentimentos de alegria e felicidade, mas também de mudanças e responsabilidade. Este livro é uma oferta de mensagens ternas de coragem e serenidade.

As mensagens de ternura e as Orações a Deus, a Jesus, a Nossa senhora e aos Santos acompanhadas de belas fotografias que apresentamos, fazem deste livro um presente inesquecível.

Kitty e a Perseguição nas Copas das árvores de Paula Harrison; Ilustração: Jenny Lovlie

Editor: Nuvem de Letras

Sinopse: 
Junta-te à Kitty e aos seus gatos e embarca numa série de aventuras encantadoras à luz da lua. Fazer amigos não é fácil quando nos sentimos diferentes dos outros, e a Kitty é uma menina muito especial com superpoderes felinos. Qual será a reação da nossa super-heroína ao conhecer o Ozzy, um menino com superpoderes, como ela?

5 Segredos que Precisa Descobrir Antes de Morrer de John Izzo

Editor: Bookout

Sinopse: Este livro abre uma janela entre a sabedoria dos mais velhos e a nossa própria experiência, desvendando como podemos dar mais sentido e verdade à nossa vida e passarmos pelos anos com o doce sentimento de felicidade; sem arrependimentos nem amarguras.


O autor agarra-nos e pergunta: «E se se pudesse sentar ao lado de alguém, velho e profundamente sábio, e colocar-lhe as perguntas fundamentais sobre a vida; o que o fez feliz, de que se arrepende, que conselhos dá?».

Magnificamente inspirador, comovente, poético e arrebatador, este livro revela-nos esses segredos que precisamos descobrir com urgência, sem termos de esperar pela nossa própria velhice para os conhecer e alcançarmos a paz e a felicidade pessoal que nos acompanhará.

«Quando reconhece que o tempo é limitado, precisa de perceber a urgência de descobrir o que realmente importa. Ao escolher viver neste momento como se visse hoje o último pôr do sol, torna-se mais consciente; deixa de andar simplesmente por aí, passando apenas pelas coisas; escolhe agir; presta menos atenção ao que está mal; foca-se naquilo que é importante».
John Izzo

Contágio Uma história dos vírus que estão a mudar o Mundo de David Quammen

Editor:  Objectiva

Sinopse: 
Num momento em que a Humanidade perde o chão com o tremendo impacto global da pandemia de um novo coranavírus, o SARS-CoV-2, é urgente ler o livro que previu este desastre viral e que nos diz como impedir que o mesmo volte a acontecer. À medida que a globalização ganha força e invadimos ecossistemas milenares em prol de uma expansão económica sem limites, ficamos também à mercê de infecções perigosas que nos são transmitidas pelos animais que prosperavam nos habitats que destruímos. Doenças que estavam, antes, contidas e limitadas àquele espaço passam a circular entre os humanos com consequências catastróficas, como são disso exemplo a SIDA, o Ébola, a Malária e, mais recentemente, a COVID19. Na companhia dos melhores cientistas do mundo, mergulhando nas selvas centro--africanas, grutas da China meridional e telhados do Bangladesh, passando pelos laboratórios onde se investigam vírus altamente letais sob apertadas medidas de segurança, o conceituado autor de divulgação científica David Quammen conta-nos a história dos principais vírus zoonóticos que ameaçam os humanos e deixa um aviso: temos de nos preparar para o pior.

A Revolução Francesa 1789-1799 (Nova Edição) de Michel Vovelle

Editor: Edições 70

Sinopse: 
A Revolução Francesa foi, antes de mais, um acontecimento cujo alcance abalou de forma irreversível as estruturas sociais e políticas da Europa. Neste sentido, importa conhecer o seu percurso e analisar a forma como se desenrolou: a expansão revolucionária, a guerra, o Terror, a Contra-Revolução. Mas a Revolução foi também um corte radical com o antigo regime, possibilitando a génese de um novo conjunto de valores, fosse no domínio político, social ou económico; valores que se consubstanciam na célebre Declaração dos Direitos do Homem. Para se perceber a Era Moderna, que, aliás, inaugurou, é crucial perceber o que esteve na origem deste acontecimento que tão profundas modificações iria causar, não só em França, mas também no resto da Europa.

Salvadores de António Pedro de Sá Leal

Editor: Casa das Letras

Sinopse: 
2019. Um grupo de operações especiais, criado pela rainha D. Maria I, luta para impedir um atentado terrorista em Lisboa. Conseguirá evitar a catástrofe?

Num mundo à beira de uma crise ambiental em larga escala, existe uma força de ação global que luta para defender o homem e a Humanidade. Os Salvadores, criados pela rainha D. Maria I, são uma sociedade secreta reconhecida pela maioria dos governos de todo o mundo para prestarem apoio e logística operacional para prevenir, resolver ou dar assistência em catástrofes naturais. Devido à sua origem templária possuem igualmente uma outra missão, esta secreta: a de espiar, extrair, capturar ou eliminar inimigos em todo o mundo.

Em 2019 identificam uma ameaça que os conduz numa perseguição por Espanha, Nigéria, Omã que termina em Lisboa. A equipa destacada para liderar esta operação vê-se envolvida numa rede de informações e contrainformações, acabando por desvendar um inimigo muito mais poderoso do que poderiam imaginar e terá de evitar o pior dos cenários: um atentado terrorista que poderá destruir a cidade de Lisboa.

Conseguirão evitar tal catástrofe?

Ponto Zero de Jørn Lier Horst e Thomas Enger

Editor: Dom Quixote

Sinopse: 
Oslo, 2018. A célebre ex-corredora de longa distância Sonja Nordstrøm não chega a aparecer para o lançamento da sua polémica autobiografia, Para sempre Número Um. Quando, nesse mesmo dia, a obstinada jornalista de celebridades Emma Ramm procura Nordstrøm em sua casa, encontra a porta aberta e sinais de luta no interior. E, estranhamente, um dorsal com o número um colado no meio do ecrã da televisão da sala.

O detetive Alexander Blix é nomeado para liderar a investigação do desaparecimento da atleta, porém ele carrega ainda as cicatrizes emocionais de uma situação de refém ocorrida há muito tempo, quando abateu o pai de uma menina de cinco anos. Vestígios de Nordstrøm começam a aparecer em diversos locais inesperados, mas o momento e a maneira como as pistas são descobertas parece ter sido cuidadosamente calculado. Farão parte de um plano maior que ele ainda não está a conseguir ver?

Blix e Ramm rapidamente unem forças, determinados a encontrar e a travar um assassino impiedoso, que tem um especial gosto em encenar os seus crimes e que está sedento de atenção mediática… O problema é que ele acabou de a provar pela primeira vez...


A Segunda Vida de Fernando Pessoa de João Céu e Silva

Editor: Editora Guerra & Paz

Sinopse: 
Um homem misterioso e entendido em estudos pessoanos atrai um professor para a sua investigação e leva-o para a aldeia do Freixo, onde investigam a relação de Pessoa com Aleister Crowley, das primeiras correspondências até ao falso suicídio na Boca do Inferno. Sem se aperceber, e através de experiências esotéricas e descobertas perturbadoras, o professor vai sendo moldado física e espiritualmente para encarnar Vicente Guedes, o heterónimo a quem inicialmente foi atribuído O Livro do Desassossego, e continuar a obra do poeta, rumo ao Nobel.
Este texto foi publicado pela primeira vez no Diário de Notícias durante a pandemia de 2020, reatando a tradição do folhetim, aquando dos 150 anos da publicação no mesmo jornal d’ O Mistério da Estrada de Sintra, de Eça de Queiroz e Ramalho Ortigão. Seguindo essa tradição, a Guerra e Paz tem o prazer de acolher esse folhetim e dar-lhe a forma de romance que ele merece.

Marés Altas A Saga da Baía de Chesapeake - Livro Dois - Livro de Bolso de Nora Roberts

Editor: 11 X 17

Sinopse: 
Esta é a história de três irmãos que regressaram a casa para honrar o último pedido do seu pai: educar Seth, um rapaz problemático que precisa urgentemente de uma família. Mas regressar a casa vai ensinar aos três irmãos mais do que alguma vez sonharam sobre o verdadeiro significado da família.

Dos três homens, Ethan era o que partilhava com o pai o amor pela costa de Maryland. Agora que o pai partiu para sempre, Ethan está determinado em fazer do negócio da família - a construção artesanal de barcos - um sucesso. Mas talvez esse nem seja o seu maior desafio… É que, para além de Seth precisar de si mais do que nunca, há uma mulher que Ethan sempre amou mas nunca acreditou poder possuir.

Conseguirá Ethan enfrentar um passado doloroso para criar o futuro com que sempre sonhou?

Viagens sem Bola de Rui Miguel Tovar

Editor: Quetzal Editores

Sinopse: 
Foi ver jogos de futebol. Mas fala de tudo o resto.

Rui Miguel Tovar é um dos jornalistas portugueses que mais jogos internacionais de futebol viu fora do país. Neste livro, fala de jogos no Qatar, na Argentina, Paraguai, Itália (aliás, na Sicília, na mítica aldeia de Corleone), Espanha, China, Tailândia, Maldivas, Vietname, Chile, etc., etc. Muitas vezes não são jogos de primeira ordem, mas de escalões secundários e até de campeonatos amadores - o que o faz recordar o seu pai, que o levava todos os domingos a ver jogos pela província.

A particularidade destas viagens de RMT é que ele não escreve sobre futebol — mas de tudo à volta dos jogos, exceto de bola: as cidades, a comida, as pessoas, a história de uma região, o modo como se chega a certa aldeia chinesa ou a uma partida de futebol de praia na Tailândia, como se comportam os fãs de um clube argentino, o ator de Holywood que é fã do San Lorenzo (o clube do Papa), as mulheres que assistem - às escondidas - a um jogo no Qatar, etc.

Mostra os ambientes e os cenários, dá a ver um filme inacabado: o de como seria o mundo se ao domingo viajássemos para ver um jogo de futebol amador.

Narval e Alforreca - Manteiga de Amendoim e Geleia de Ben Clanton

Editor: Nuvem de Letras

Sinopse: 
O Narval e a Alforreca estão de volta em ação para mais três aventuras submarinas.
A sempre sensata Alforreca faz tudo para que o Narval experimente coisas novas, em vez de comer waffles o tempo todo. O Narval finalmente aceita, mas… desenvolve uma obsessão por manteiga de amendoim - a tal ponto que até decide mudar o nome para Manteiga de Amendoim!
O novo livro maravilhosamente divertido desta coleção subaquática que mais uma vez encanta os pequenos leitores com a sua poderosa combinação de pensamento positivo, imaginação e alegria.

Reencarnação e Karma - A alma sobrevive à morte? de William Walker Atkinson

Editor: Alma dos Livros

Sinopse: 
O que acontece no momento da morte? O que é a reencarnação? Como se dá a transmigração da alma? Onde habita a alma entre encarnações? Qual é o derradeiro estado da alma?

A doutrina da reencarnação sempre foi tida como verdadeira por grande parte da humanidade. É uma luz impossível de se extinguir, ainda que a sua trémula chama possa dar a ideia de que se vai apagar por um instante. O reavivar do interesse pelo tema no mundo ocidental é um exemplo disso. Em momento algum da história existiu um período em que a humanidade não aceitasse a doutrina do renascimento numa das suas formas. Foi assim há mil anos - dois mil - cinco mil -, e é assim hoje.

As leis naturais universais explicam que se a alma é imortal, deve tê-lo sido sempre. Não é possível transformar algo mortal em imortal, tal como não é possível transformar o nada em algo. Uma vida futura implica, naturalmente, uma vida passada: experiências necessárias à educação da alma e à progressão necessária ao usufruto dos estados superiores do ser.

William Walker Atkinson explora o conceito da reencarnação ao longo da história, desde a teoria egípcia da alma até aos ensinamentos de Platão sobre a perspetiva moderna espiritual da vida eterna. Repleto de argumentos e evidências que apoiam a ideia de que a alma é como «um viajante numa longa jornada», esta obra é um olhar fascinante sobre algumas questões que a humanidade coloca desde a Antiguidade.

TODO O FIM É UM RECOMEÇO E UM BEM ABSOLUTO.
NÃO EXISTE NENHUM INFERNO A NÃO SER O NOSSO MEDO.

Os Aventureiros no Monte dos Contrabandistas de Isabel Ricardo

Editor: Saída de Emergência

Sinopse: 
Numa visita ao Museu Benfica Cosme Damião e ao Estádio da Luz, os AVENTUREIROS divertem-se enquanto o corvo João prega uma das suas partidas, escondendo o telemóvel a um desconhecido. Quando os jovens descobrem o telemóvel, resolvem ir entregá-lo na morada que encontraram, em Estremoz. Mas, quando se preparam para seguir viagem, são surpreendidos por uma notícia chocante: a águia Vitória foi roubada!

Como as suspeitas desse roubo mirabolante recaem sobre o dono do telemóvel, os AVENTUREIROS decidem investigar enquanto passam momentos muito agradáveis na herdade de uma amiga. É então que, para seu grande susto, João também desaparece sem deixar rasto.

Os AVENTUREIROS decidem fazer tudo para recuperarem um elemento do grupo. Munidos da sua astúcia e coragem, empreendem um assalto à herdade do desconhecido, onde acreditam estar escondidos tanto Vitória como João.

Inevitavelmente, vão deparar-se com uma rede criminosa, envolvida em tráfico de animais, e mergulhar numa aventura repleta de perigo, suspense e ação.

O Pequeno Caderno das Grandes Verdades de Clare Pooley

Editor: Editorial Planeta

Sinopse: 
Seis desconhecidos que têm em comum algo de universal: as suas vidas nem sempre são o que eles fazem parecer. O que aconteceria se em vez disso dissessem a verdade?

Julian Jessop está cansado de esconder a profunda solidão que sente. Este septuagenário acredita que a maioria das pessoas não é verdadeira acerca da sua vida. E se fossem? Decide então iniciar O Projeto da Autenticidade: um pequeno caderno verde, onde escreve a verdade sobre a sua própria vida, e que deixa pousado em cima de uma mesa do simpático café do seu bairro...

Mónica, a proprietária do café, encontra-o e resolve acrescentar a sua história e deixar o caderno num bar de vinhos do outro lado da rua. Aos poucos quem encontra o caderno verde vai acrescentando as suas verdades mais profundas. Um gesto que vai alterar para sempre, as suas vidas.

O excêntrico Julian, Monica, Hazard, o alcoólico que promete ficar sóbrio, Riley, Alice, a mãe influencer, que tem uma vida um pouco menos fabulosa do que aparece online, e Lizzie. Seis desconhecidos que se unem através do pequeno caderno verde; seis vidas que descobrem o poder da amizade e do amor.

O Pequeno Caderno das Grandes Verdades é um livro divertido, inspirador e comovente, que nos mostra que sermos honestos acerca da nossa vida não é assim tão assustador, pelo contrário, assemelha-se muito à verdadeira felicidade.

Flecha de Matilde Campilho

Editor: Tinta da China

Sinopse: 
«Este é um livro de histórias. Narrativas que foram surgindo um dia depois do outro, às vezes durante a tarde, outras logo pela manhã, e a maioria delas quando a noite já havia caído. Talvez o escuro seja mais propício às histórias. Seja como for, de uma maneira ou de outra, todas quiseram chegar-se à luz. Nem que fosse por um segundo. Umas chegaram-se tanto que passaram a ser, elas mesmas, a candeia que iluminou uma noite inteira. Nestas páginas estão retratos imaginários, e dentro desses retratos podem inscrever-se, à vez, coisas como: uma paisagem; um objeto; uma pedra; um bicho; um fogo; um gesto; um instrumento musical; um rosto; um deus. Por vezes, essas coisas vivas e mortas misturam-se num só retrato, como acontece na vida.»
— Matilde Campilho, Apresentação

D. Maria I de Mary del Priore

Editor: Tinta da China

Sinopse: 
D. Maria I foi a primeira mulher a governar Portugal e ficou conhecida para a história como a Rainha Louca. Mãe de D. João VI e avó do primeiro imperador do Brasil, teve um longo reinado de 38 anos - marcado por intensa atividade governativa, pela ação social e pelo desenvolvimento das artes e das ciências - e, no entanto, a sua vida conta com aspetos muito importantes não esclarecidos. Se era mentalmente instável, o que a levou a isso? E seria realmente louca, ou antes incompreendida? Que impacto tiveram nela as mortes do marido e do filho primogénito? A fim de lançar uma nova luz sobre esta figura marcante da história de Portugal, a historiadora Mary del Priore investigou a fundo a sua vida.

Neste livro, Del Priore conta a história da monarca de uma perspectiva inédita e intimista, e revela que o seu estado mental era provavelmente fruto das muitas tristezas e contratempos que sofreu ao longo da vida, numa época em que a depressão e a melancolia eram confundidas com insanidade - e até mesmo consideradas obras do demónio.

Abordando a vida de D. Maria I desde o seu nascimento em Lisboa, em Dezembro de 1734, até à sua morte no Brasil, para onde foi em 1808, passando pela sua devoção ao catolicismo, a coroação como primeira rainha portuguesa, o conflito com o Marquês de Pombal e o aparecimento dos primeiros sintomas de doença, esta obra faz justiça a uma mulher que conseguiu sobreviver a tempos e circunstâncias que lhe foram muito adversos

Escuta a tua Voz Torna-te a mãe que queres ser de Sandra Matos

Editor: Alma dos Livros

Sinopse: 
PRECISAMOS, MAIS DO QUE NUNCA, DE MÃES REAIS. As mães reais nada têm a esconder. São fruto de um romper intenso de falsas premissas que se foram construindo acerca do papel de «boa mãe», sobre a qual todos os outros opinam como deve ser e o que deve fazer.

MÃES LIVRES DE CULPA E DE MEDO. A mãe que faz tudo, que vive insanamente exausta, quenão tem voz e que pouco sabe, que se deita com a normalidade da culpa, da insuficiência, da dor e das lágrimas escondidas. Aquela que também procura o calor de um olhar sem julgamento, que se sente sozinha e que deseja somente ser inteira.

MULHERES QUE SE ENCONTRAM. Que decidem mergulhar nas profundezas escuras da maternidade para emergir na sua própria luz. Abraçar o medo de atravessar as dores e as sombras que sentem no coração e à flor da pele. É nessa jornada que encontram a sua verdade.

HÁ TEMPO PARA SER MÃE, TEMPO PARA SER MULHER. Escuta a tua voz é um livro aberto, que fala sobre verdades sentidas, pouco faladas e muito esquecidas, que leva cada mulher a renascer dentro de si própria. Este livro é um bálsamo de amor com um colo gigante onde se sentam as mães reais. Traz uma visão poderosa e inspiradora para que ames a mulher-mãe que já és. Agora vem, sê bem-vinda!

TODAS AS MÃES TÊM DENTRO DE SI UMA MULHER QUE PRECISAM DE AMAR.

Liderança Eficaz de Daniel Goleman

Editor: Actual Editora

Sinopse: 
A investigação mostra que os líderes mais bem-sucedidos controlam as seguintes competências emocionais: auto-conhecimento, auto-regulação, motivação, empatia e competências sociais. Há seis estilos básicos de liderança e cada um articula de forma diferente componentes chave de inteligência emocional.

Os melhores líderes não conhecem apenas um estilo - têm competências em vários e flexibilidade para alternar entre estilos sempre que a circunstância o exige.

Os Sete Pilares da Sabedoria de T. E. Lawrence

Editor: Relógio D'Água

Sinopse: 
«Descreve a Revolta Árabe contra os turcos, vista por um inglês que nela tomou parte. No que seria aparentemente uma simples crónica militar, Lawrence da Arábia teceu um painel inusitado de retratos, descrições, filosofias, emoções, aventuras e sonhos. Para levar a cabo a sua missão, serviu-se de uma extraordinária erudição, uma memória impecável, um estilo que ele próprio inventou… uma total desconfiança em si mesmo e uma fé ainda maior.»
[E. M. Forster]

A Harpa dos Reis Bardos Guerreiros - Volume I de Juliet Marillier

Editor: Editorial Planeta

Sinopse: 
Uma jovem é ao mesmo tempo bardo e guerreira nesta emocionante fantasia histórica da autora de Sevenwaters.

Liobhan, de dezoitos anos, é uma cantora possante e toca muito bem flauta. O irmão possui uma voz que derrete o coração mais duro e é um talento raro na harpa. Mas a grande ambição de Liobhan é ingressar no grupo de guerreiros de elite da Ilha dos Cisnes. Ela e o irmão treinam na ilha para competir por lugares no grupo quando são convocados para uma missão apesar de ainda serem candidatos. A sua invulgar combinação de aptidões torna-os ideais para esta tarefa específica, que exige disfarçarem-se de menestréis ambulantes. Porque a Ilha dos Cisnes treina guerreiros, mas também espiões.
A sua missão é encontrar e recuperar uma harpa preciosa, um símbolo antigo da realeza, que desapareceu. Se o instrumento não for tocado na próxima coroação, o pretendente ao trono não será aceite e o reino cairá no caos. Confrontada com cortesãos conspiradores, druidas pouco faladores, uma contadora de histórias perspicaz e um príncipe herdeiro grosseiro, Liobhan depressa percebe que um poder do Outro Mundo pode estar a intrometer-se nos assuntos do reino.
Quando a ambição entra em conflito com a consciência, Liobhan tem de tomar uma decisão ousada e as consequências poderão partir-lhe o coração.

A Dieta Prática Fácil, simples e planeada dia a dia (4ª Edição) de Rita Rocha de Macedo

Editor: Editorial Planeta

Sinopse: 
Emagreça até 6 quilos em apenas 28 dias. A nutricionista Rita Rocha de Macedo explica-lhe como, passo a passo, seguindo uma dieta eficaz, económica, equilibrada e adaptada ao seu dia-a-dia.

A Dieta Prática está testada e a sua eficácia comprovada por milhares de pessoas que esta nutricionista tem ajudado a perder os quilos que têm a mais e a manter o seu peso ideal.

Um guia intuitivo e simples com planos semanais para as 4 semanas, listas de compras e dicas para manter a força de vontade.

Nesta edição especial encontra mais 60 novas receitas, para tornar os seus pequenos-almoços, almoços e jantares, snacks e sobremesas, mais variados e saborosos.

Coisas de Loucos O que eles deixaram no manicómio de Catarina Gomes

Editor: Tinta da China

Sinopse: 
Uma caixa de objectos abandonados no Hospital Psiquiátrico Miguel Bombarda contém as pistas para resgatar do esquecimento a vida de doentes que ao longo de décadas ali permaneceram confinados.
Coisas de Loucos teve origem na descoberta acidental de uma caixa de objectos de antigos doentes do primeiro hospital psiquiátrico português, o Miguel Bombarda.

Catarina Gomes inicia então uma série de investigações para encontrar os «loucos» a quem pertenciam esses objectos abandonados. Nascidos entre o final do século xix e o começo do século xx, muitos foram admitidos em «Rilhafoles», nome original do Bombarda. Os psicofármacos e a terapia ocupacional não tinham ainda sido inventados, e por isso o único «tratamento» que receberam foi o do isolamento.

Mas antes de serem forçadas ao confinamento estas pessoas tiveram família, amores, trabalho, tiveram planos de futuro. São essas suas vidas que Catarina aqui resgata do esquecimento.








cardapio.pt @ 15-7-2020 16:58:32


Clique aqui para ver mais sobre: Notícias sobre Literatura e Livros