As novidades da Porto Editora para o confinamento

De Bill Gates a John Steinbeck

O agravamento da situação pandémica e o subsequente confinamento impôs a alteração do alinhamento editorial do Grupo Porto Editora  previsto para os primeiros meses de 2021. Assim, e até março, as apostas do Grupo Porto Editora incidirão em livros que partilham ideias, que suscitam reflexão, que proporcionam bem-estar e que contam boas histórias.

cardapio.pt @ 19-1-2021 17:51:48

Na área da Não Ficção, através das chancelas Ideias de Ler, Albatroz e Sextante Editora, o destaque vai para as edições de Como evitar um desastre climático, de Bill Gates (Ideias de Ler), um lançamento mundial agendado para 16 de fevereiro; Burnout, de Emily e Amelia Nagosky (Ideias de Ler); e O último dos colonos – Até ao cair da folha, o segundo volume das memórias de João Afonso dos Santos.

Já na Ficção, o destaque vai para O Milagre de São Francisco, de John Steinbeck (Livros do Brasil).

Aguardado com bastante expetativa, o livro de Bill Gates reflete o investimento que dedica, há mais de uma década, ao estudo das causas e dos efeitos das alterações climáticas. Para evitar as anunciadas catástrofes provocadas pelas intervenções humanas e pelas mudanças progressivas nos ciclos ambientais, Como evitar um desastre climático apresenta um plano prático, abrangente e ambicioso para eliminar as emissões de gases com efeito de estufa e atingir a desejada neutralidade carbónica.


A obra das irmãs Emily e Amelia Nagosky ganha particular relevância no tempo que vivemos, ou não falasse de algo que está a afetar muitos milhares de mulheres. De facto, exaustão emocional, despersonalização ou diminuição da sensação de realização são sintomas que fazem parte do dia a dia de muitas mulheres – e que foram multiplicados pela atual situação pandémica. Em Burnout, que ficará disponível no final do mês de janeiro, as irmãs autoras identificam e, com base em evidência científica, explicam como quebrar o ciclo do stress da mulher e assim superar os obstáculos de um mundo em que continuam a ter muito mais a provar do que os homens.

Em fevereiro chega o segundo volume das memórias de João Afonso dos Santos, O último dos colonos – Até ao cair da folha, publicado pela Sextante Editora. Trata-se de um testemunho extraordinário das últimas décadas do mundo colonial em Moçambique, profundamente documentado, narrando a história viva do dia a dia, a intervenção cultural e a luta constante contra a censura, os amigos, o trabalho como advogado, e o convívio fraternal com Zeca Afonso, que viveria em Moçambique uma das fases mais marcantes da sua obra criadora.


No mesmo mês ficará disponível O Milagre de São Francisco, de John Steinbeck (Livros do Brasil). Originalmente publicada em 1935, esta obra constituiu o primeiro grande êxito deste autor de culto. Apropriando-se da estrutura e dos temas do ciclo arturiano, Steinbeck imaginou um novo «castelo de Camelot», situou-o numa das colinas pobres que cercam a cidade de Monterey, na Califórnia, e deu-lhe por habitantes um particularíssimo grupo de «cavaleiros». Esta narrativa é um retrato irrepetível, comovente e bem-humorado, destes paisanos simples.

cardapio.pt @ 19-1-2021 17:51:48


Clique aqui para ver mais sobre: Notícias sobre Literatura e Livros