Novidades Livros (14 a 20 de outubro de 2021)

cardapio.pt @ 13-10-2021 16:57:55

"O Caçador de Elefantes Invisíveis" de Mia Couto

Editor: Editorial Caminho

Sinopse: Mia Couto volta a um género literário que pratica com reconhecida mestria desde a sua primeira obra em prosa, a coletânea Vozes Anoitecidas, que a Caminho publicou no já longínquo ano de 1987.


O Caçador de Elefantes Invisíveis recolhe sob este título, que é também o de um dos contos antologiados, as belas histórias que a revista Visão vem publicando mensalmente.

Aproveitou a oportunidade para lhes dar uma demão, mais ou menos intensa aqui e ali, e presenteia-nos com um livro que está à altura das melhores obras que neste género se escreveram em língua portuguesa. O estilo é sóbrio e preciso, os temas são vários e diversos, o lugar donde o autor vê o mundo e o retrata neste livro é tão amplo que nele cabe tudo.

Entre a história do pobre velho, ou melhor, de um velho pobre que recebe em casa um enfermeiro em serviço de rastreio da covid 19, e, já no fim do livro, a conversa das estátuas que descem dos seus pedestais, descem e não são derrubadas, para conversarem sobre os males e os equívocos deste mundo, entre uma e outra destas histórias o leitor encontra personagens e cenas que não lhe sairão tão cedo da memória.

O Caçador de Elefantes Invisíveis é uma vez mais Mia Couto no seu melhor.

"Crónicas Italianas" de António Mega Ferreira

Editor: Sextante Editora (chancela)

Sinopse: 
Este livro insere-se numa velha tradição da narrativa literária, «a viagem a Itália», que teve cultores desde a Idade Média e representava para os escritores uma viagem iniciática indispensável para o contacto com as artes clássicas e seu conhecimento. Nomes muito importantes a praticaram: Motaigne, Goethe, Rilke, Cervantes, Proust e Stendhal, por exemplo. E é sob a égide deste último que António Mega Ferreira se coloca ao partir para este conjunto de histórias italianas. Encerrando o tríptico que integra os seus anteriores títulos Roma, exercícios de reconhecimento e Itália, práticas de viagem, neste Crónicas Italianas, o leitor é levado nas asas de narrativas verdadeiras ou míticas, para descobrir e observar por dentro a história das cidades, dos seus criadores e das grandes obras das artes plásticas, da arquitetura, da literatura e da música.

"A Guerra do Mundo - Uma idade histórica de ódio" de Niall Ferguson

Editor: Relógio D'Água

Sinopse: No início do século XX, a civilização europeia parecia esclarecida, educada, próspera e cosmopolita. A expansão da economia e da tecnologia prometia uma vida melhor para todos. O que é que aconteceu para que o século XX tenha sido o mais violento e sangrento da história, devastado como foi por duas guerras mundiais e conflitos bélicos na Ásia, África e América do Sul?


Segundo Ferguson, as comunidades multiculturais foram separadas por diferenças económicas e graves conflitos raciais. Foi também um período marcado pelas lutas entre impérios decadentes e Estados-império.

Mas afinal quem ganhou a guerra do mundo?
Por algum tempo, assumiu-se que foi o Ocidente, falou-se mesmo do século americano, mas, para o historiador britânico, assistiu-se ao declínio do domínio ocidental na Ásia e em África, num processo que ainda hoje prossegue.

"O Porquinho de Natal" de J. K. Rowling

Editor: Editorial Presença

Sinopse: O Jack adora um brinquedo que tem desde que era muito pequeno, o DuPoco, também conhecido como DP, que esteve sempre ao seu lado, nos bons e nos maus momentos. Até que, numa véspera de Natal, algo terrí­vel acontece: o DP perde-se.


Mas a véspera de Natal é a noite dos mila­gres e das causas perdidas, uma noite em que todas as coisas podem ganhar vida… até os brinquedos. Por isso, o Jack e o Porquinho de Natal (o substituto do DP, que é muito irritante) embarcam numa viagem de cortar a respiração pela mágica Terra dos Perdidos.

Com a ajuda de uma Lancheira falante, uma Bússola corajosa e uma coisa com asas cha­mada Esperança, eles tentam salvar o melhor amigo que o Jack alguma vez teve das garras do Perdedor, o terrível papa-brinquedos…

De uma das maiores contadoras de histórias do mundo, chega uma aventura comovente e apaixonante que fala sobre o amor de uma criança pelo seu brinquedo preferido e até onde está disposta a ir para encontrá-lo. Com ilustrações deslumbrantes de Jim Field, O Porquinho de Natal irá seguramente tornar-se um clássico para toda a família.

"Pessoa & Saramago" de Miguel Real

Editor: Dom Quixote

Sinopse: «Ainda que firmados em dois projetos literários diferentes, em dois tempos mentais diferentes, quase antagónicos, se não mesmo contraditórios, duas caraterísticas são comuns a Pessoa e a Saramago:


- A total transgressão dos códigos estéticos do seu tempo, balizando um novo vinco na história da literatura;
- Uma representação absolutamente original da língua, do homem e da sociedade - Pessoa, da crise do sujeito literário e existencial do princípio do século, respondendo com a originalíssima multiplicação da identidade autoral e narrativa; Saramago, da situação crítica do mundo ocidental no final do século, postulando uma escrita que funde o romance com o ensaio, uma escrita que não intenta apenas revelar o mundo, mas sobretudo, usando a sua visão pessoal do mundo, problematizá-lo, complexificando o estatuto do narrador, incorporando neste o autor.»

É assim que Miguel Real, conhecido ficcionista, crítico literário e ensaísta, que há mais de vinte anos se dedica ao estudo de autores e pensadores portugueses, resume o presente ensaio que, partindo de uma conferência realizada no México, trata do que é próprio e afim.

"A Fábrica de Cretinos Digitais - Os perigos dos ecrãs para os nossos filhos" de Michel Desmurget

Editor:  Contraponto Editores

Sinopse: Estamos a viver uma situação muitíssimo preocupante. O autor deste livro afirmou, numa entrevista à BBC que se tornou viral, que os nativos digitais são os primeiros filhos a terem um QI inferior ao dos pais. Após milhares de anos de evolução, o ser humano está agora a regredir em termos cognitivos e de capacidades intelectuais — por culpa da exposição excessiva a ecrãs.


O tempo que as novas gerações passam a interagir com smartphones, tablets, computadores e televisão é elevadíssimo. Aos 2 anos, as crianças dos países ocidentais consagram todos os dias quase três horas a ecrãs. Entre os 8 e os 12 anos, esse tempo aumenta para cerca de quatro horas e quarenta e cinco minutos. Entre os 13 e os 18, a exposição é em média de seis horas e quarenta e cinco minutos diários. Em termos anuais, são cerca de mil horas para um aluno do 1.º ciclo do ensino básico (quase o mesmo número de horas de um ano escolar) e 1700 para um do 2.º ciclo. Já para um aluno do 3.º ciclo e do ensino secundário, falamos de 2400 horas anuais, o equivalente a um ano e meio de trabalho a tempo inteiro.

Ao contrário do que se pensava, a profusão de ecrãs a que os nossos filhos estão expostos está longe de lhes melhorar as aptidões.
Na verdade, verifica-se precisamente o oposto: acarreta consequências pesadas ao nível da saúde (obesidade, desenvolvimento de doenças cardiovasculares e diminuição da esperança de vida), em termos de comportamento (agressividade, depressão, ansiedade) e no campo das capacidades intelectuais (linguagem, concentração e memorização). Tudo isto afeta gravemente o rendimento escolar dos jovens e o seu desenvolvimento.

Nesta obra tão pertinente como inquietante, que venceu o prémio para melhor ensaio em França, o neurocientista Michel Desmurget traça um cenário doloroso sobre os efeitos que esse consumo em excesso está a ter nos cérebros dos nossos filhos.

"História do Conselho Nacional das Mulheres Portuguesas (1914-1947)" de C. Rosa Costa

Editor: Tinta da China

Sinopse: Inserido no movimento feminista da primeira vaga, de início do século xx, o Conselho Nacional das Mulheres Portuguesas (CNMP) foi a organização com a maior longevidade na história do associativismo feminista em Portugal. Foi secção portuguesa do International Council of Women, representante da International Women Suffrage Alliance e participou activamente no movimento feminista internacional, tendo organizado dois Congressos Feministas (1924 e 1928). Mulheres burguesas e da classe média, republicanas, maçons, intelectuais, licenciadas, com profissão, as activistas do CNMP desempenharam activas funções sociais e políticas, com destaque para Maria Clara Correia Alves, Adelaide Cabete, Elina Guimarães, Sara Beirão, Maria Lamas e Manuela Azevedo.


Em 1947, decidida a pôr cobro ao movimento feminista português, a ditadura ordenou o encerramento do Conselho. Com mais de três décadas de actividade ininterrupta, o CNMP é um objecto histórico fértil que permite conhecer a história da agremiação feminista, do movimento feminista e do associativismo feminino portugueses.

"Lealdade Mortal" de J. D. Robb

Editor: Edições Chá das Cinco

Sinopse: Na luta por justiça, conseguirá Eve travar um grupo que exige lealdade incondicional?


Na vibrante e misteriosa Nova Iorque do século XXI, a tenente Eve Dallas já sobreviveu a criminosos de todos os tipos, de meros ladrões a verdadeiros psicopatas. Mas desta vez é um bombista que está a ameaçar a sua cidade. Com a ajuda do marido, o magnata Roarke, Eve terá de enfrentar um enigmático grupo terrorista de nome Cassandra. Sem objetivos claros, o grupo lança um rasto implacável de morte e ruína no mundo de Eve, e quando uma teia de terror atinge as pessoas mais próximas de si, a tenente é forçada a ripostar. Afinal, esta é a sua cidade e o seu trabalho é defendê-la… mesmo quando, para isso, tem de arriscar a própria vida.

"Fado Alexandrino" de António Lobo Antunes

Editor: Dom Quixote

Sinopse: É o grande romance sobre o 25 de Abril: de repente, pumba, o povo no Carmo, tanques na Baixa, soldados de metralhadora nas esquinas, a Pide engaiolada, o Governo de pantanas, títulos gigantescos nos jornais.


Narra o regresso e o reencontro de quatro ex-combatentes da guerra colonial, o modo como a vida se lhes transtornou e se destruiu.

"Roma, Temos Um Problema - Como a Igreja Católica lidou com dois mil anos de abusos sexuais" de João Francisco Gomes

Editor: Tinta da China

Sinopse: A crise dos abusos sexuais de menores (e não só) na Igreja Católica não é um problema recente. Não começou nos últimos anos nem nas últimas décadas — nem sequer no século passado. A História mostra como logo no século i os primeiros cristãos sentiram necessidade de legislar especificamente contra o abuso de menores. Após séculos de perseguição ao problema, porém, a instituição mergulhou no secretismo para proteger a sua reputação. Só nos anos 80, com os primeiros casos mediáticos nos EUA, o problema voltou a ganhar expressão pública; as reportagens Spotlight, publicadas em 2002 e mais tarde imortalizadas no cinema, transformaram-no numa crise global; e uma sucessão de escândalos em 2018 obrigou o papa Francisco a chamar os bispos de todo o mundo de urgência a Roma para dar início a uma reforma interna, que começa finalmente a dar frutos.


Com entrevistas a figuras de topo da hierarquia católica responsáveis pela gestão do problema no Vaticano e em Portugal, e incluindo a estatística mais completa até à data sobre os casos de abuso investigados pela Igreja no nosso país, este livro conta a história da crise dos abusos sexuais na Igreja, do tempo dos apóstolos ao papa Francisco.

"O Livro da Mitologia"

Editor: Marcador

Sinopse: Quem é Maui, o deus impostor? O que é o Hidromel da Poesia e que presente concedeu àqueles que o beberam? Que diz a mitologia egípcia sobre o Submundo? Este livro analisa estas e outras questões à medida que explora mais de 80 mitos do mundo inteiro.


Escrito numa linguagem simples e acessível, O Livro da Mitologia está repleto de ilustrações e histórias cativantes e lança um novo olhar sobre os mitos e o seu significado para as culturas que os criaram. De Loki e Thor a Viracocha e Cúchulainn, cada entrada explora as personagens e os seus feitos, assim como os temas e os significados por detrás das histórias.

Não importa se sabe pouco sobre o assunto, se é um ávido estudante de tradições e mitos ou se gosta simplesmente de uma boa história.

Ao longo deste livro, encontrará muitos temas que despertarão certamente o seu interesse.

"Bhagavad Gita" de Edward Viljoen

Editor: Albatroz

Sinopse: Bhagavad Gita influenciou os grandes filósofos e pensadores, como Gandhi, que a considerou a sua enciclopédia espiritual.

Sendo ainda hoje a obra hindu mais lida em todo o mundo, Bhagavad Gita retrata o célebre diálogo entre o príncipe Arjuna e Krishna em pleno campo de batalha.
As lições que contém continuam tão valiosas como antes, oferecendo-nos a orientação necessária para ultrapassar tempos confusos e perturbadores.
Preservando a beleza de um dos maiores livros sagrados da Humanidade, esta edição dá-nos a conhecer a essência de uma das narrativas mais inspiradoras de sempre.
Fonte intemporal de sabedoria, Bhagavad Gita incentiva-nos à relação com o sagrado, à prática da devoção, à perseverança e ao compromisso com o dever da nossa alma.
Um guia para o autoconhecimento que nos ajuda a compreender a natureza humana e a sentirmo-nos mais perto do Divino.

"Fios Vermelhos - Portugal, a última esperança" de Margarida de Magalhães Ramalho

Editor: Clube doo Autor

Sinopse: Este livro enquadra testemunhos pessoais no contexto histórico da ascensão do nazismo e da Segunda Guerra Mundial. Margarida Ramalho relembra como uma Alemanha civilizada e culta resvalou para uma ditadura atroz e sanguinária, desencadeando uma guerra brutal e o horror do Holocausto.


A invasão da Europa, a diplomacia portuguesa durante a guerra e como Portugal se manteve à margem do conflito, por um lado, e, por outro, acolheu milhares de refugiados, são outros temas abordados, intercalados com as histórias e as memórias dos muitos refugiados que passaram pelo nosso país.

Dos que vieram antes da guerra e por cá ficaram, dos que só puderam passar em trânsito e também daqueles que queriam entrar e não conseguiram.

"A Última Coisa que Ele Queria" de Joan Didion

Editor: Cultura Editora

Sinopse: A jornalista Elena McMahon desiste da campanha presidencial que estava a cobrir para o Washington Post para fazer um favor ao pai. O pai de Elena faz negócios. Ao longo da atuação como agente num desses negócios - um acordo que rapidamente corre mal de todas as maneiras possíveis - Elena dá por ela numa ilha das Antilhas onde o turismo foi substituído pelo tráfico de armas, espiões, operações militares secretas e assassinatos.

Uma história intrincada, acelerada e de leitura hipnótica e provocadora, que analisa de perto as atividades e conspirações do governo dos Estados Unidos durante a presidência de Ronald Reagan na América Central dos anos 80. A Última Coisa Que Ele Queria é um thriller persuasivo nos detalhes empresariais e nos jogos de interesses, espantoso na exposição de ambiguidades políticas e absolutamente encantador na celebração do melhor estilo de Joan Didion.

A aclamada autora de O Ano do Pensamento Mágico e Noites Azuis apresenta-nos a democracia através de um relato cru, frágil, negro e escondido, dependente de processos nos quais muitas mãos têm inevitavelmente de sujar-se.

"Duas Solidões - O romance na América Latina" de Gabriel García Márquez e Mario Vargas Llosa

Editor: Dom Quixote

Sinopse: Em setembro de 1967, os jovens Gabriel García Márquez e Mario Vargas Llosa encontraram-se em Lima para discutir a literatura latino-americana. O primeiro já tinha vendido milhares de exemplares de Cem Anos de Solidão. O segundo acabava de ganhar o Prémio Rómulo Gallegos com A Casa Verde. Hoje são ambos considerados universalmente dois dos maiores expoentes da literatura, mas naquela época eram apenas dois jovens que estavam a começar a carreira de romancistas.


Em Duas Solidões, estão frente a frente dois escritores, dois génios literários, duas maneiras diferentes de entender a literatura, dois temperamentos um tanto contraditórios, duas maneiras diferentes de narrar. Estes são os tempos em que o boom da literatura latino-americana se está a formar e ainda não tinha sido inventado um nome para o que hoje conhecemos como «realismo mágico». Páginas emocionantes de uma conversa sem igual.

Esta edição inclui textos de Juan Gabriel Vásquez, Luis Rodríguez Pastor, José Miguel Oviedo, Abelardo Oquendo, Abelardo Sánchez León e Ricardo González Vigil, que recordam, na maioria como testemunhas, esse diálogo; e, além disso, duas entrevistas com o escritor colombiano, uma seleção fotográfica e a avaliação de Vargas Llosa sobre a vida e obra de García Márquez na atualidade. E conta ainda com um prefácio de Pedro Mexia para esta edição.

"Jejum Intuitivo" de Dr. Will Cole

Editor: Casa das Letras

Sinopse: Para alguns de nós, a ideia de comer apenas uma ou duas refeições por dia ainda soa extrema e excessivamente restritiva. Mas muitos de nós também já se sentem vítimas da rotina diária alimentar das três refeições mais snacks. Segundo os especialistas, deve-se comer a cada duas a três horas. A verdade é que este horário construído artificialmente não reflete a programação alimentar natural e ideal dos nossos corpos. Na realidade, comer três refeições por dia pode originar uma inflexibilidade metabólica, que pode facilmente conduzir à inflamação, aumento de peso, fadiga e problemas de saúde crónicos. Durante milhões de anos, os nossos corpos funcionaram melhor com períodos cíclicos de jejum.


Jejum Intuitivo mostra-lhe como finalmente encontrar a flexibilidade metabólica - e uma vez alcançada, como pode confiar no seu corpo para funcionar de forma ideal, quer tenha comido há seis minutos ou há seis horas.

O plano de jejum flexível de quatro semanas do Dr. Cole irá guiá-lo através de várias janelas de jejum intermitente, sendo cada semana adaptada para se focar num aspeto diferente da sua saúde. Ao fim das quatro semanas, terá todas as ferramentas necessárias para Reiniciar o seu corpo, Regenerar o seu metabolismo, Renovar as suas células e Reequilibrar as suas hormonas.

"Lisboa Clichê" de Daniel Blaufuks

Editor: Tinta da China

Sinopse: Este livro recorda uma Lisboa em parte desaparecida, que iniciou um movimento de cosmopolização no final dos anos 80. É a Lisboa das tascas e casas de pasto, do fecho dos cinemas históricos, do arranque da vida nocturna no Bairro Alto, da liberdade no mítico Frágil, das bandas rock portuguesas, dos encontros e desencontros na era das cabines telefónicas, do grande incêndio no Chiado, dos últimos alfaiates, das primeiras reconstruções urbanas preservando cirurgicamente as fachadas.


Hoje celebrizado como fotógrafo, representado nas mais importantes colecções de arte contemporânea do país, Daniel Blaufuks tem a verve — e a memória — de um escritor. Recupera aqui uma Lisboa poética, que manteve sempre na mira da sua câmara, registando-a agora num livro único e irrepetível.

"É Demais para Mim" de Eleonora Gaggero

Editor: Editorial Presença

Sinopse: Marta tem dezanove anos, vive em Turim e define-se como um patinho feio, sem qualquer possibilidade de redenção. Na verdade, é um facto: não é nada bonita. E a sorte também não está do seu lado. Órfã desde os três anos, sofre de uma doença que, por si só, já é um pesadelo: fibrose quística. A esperança de poder viver uma vida normal é reduzida, mínima. Mas Marta tem espírito, ironia, personalidade. Tudo aquilo que conquistou foi a pulso, e ninguém lho pode tirar. Acima de tudo, Marta não tem nada a perder e adora desafios. E, assim, decide lançar-se numa missão impossível - viver o amor, vivê-lo a sério, não com um rapaz qualquer, mas com o mais giro do planeta: Arturo.


Irresistível, atlético, comprometido. Uma aposta perdida, uma espécie de suicídio da autoestima. No entanto, a vida encarrega-se sempre de nos ajudar quando damos o primeiro passo, e é precisamente este milagre que escapa aos planos de Marta. De um dia para o outro, descobre-se a viver não apenas uma história inesperada, mas uma vida nova, intensa. Uma vida que nunca se permitiu ter e que sempre desejou. Uma vida que, contudo, poderá terminar de um momento para o outro e destruir todos os sonhos.

Será demais para ela??

"Lisboa - A Guerra nas Sombras da Cidade da Luz - 1939-1945" de Neill Lochery

Editor: Casa das Letras

Sinopse: Lisboa teve um papel essencial na história da Segunda Guerra Mundial, apesar de não ter sido disparada uma só arma na cidade. A única cidade europeia onde, tanto os Aliados como o Eixo, podiam operar abertamente, foi um lar temporário para grande parte da realeza exilada, mais de um milhão de refugiados à procura de passagem para os Estados Unidos, espiões, polícia secreta, capitães da indústria, banqueiros, judeus proeminentes, escritores e artistas, prisioneiros que haviam escapado, e negociantes do mercado negro. Um oficial de operações descreveu o dia a dia do aeroporto de Lisboa, em 1944, como o filme Casablanca vezes vinte.


Nesta narrativa fascinante, o conhecido historiador Neill Lochery tira partido dos seus contactos portugueses, acesso a registos recentemente descobertos da polícia secreta portuguesa e arquivos bancários, e outros documentos não publicados, para oferecer um retrato revelador daquilo que aconteceu nos bastidores da Guerra. Lochery conta como Portugal, um pequeno país pobre, tentou freneticamente manter-se neutro no meio de pressões extraordinárias, sobrevivendo à guerra não só intacto, mas também significativamente mais rico. A emergência do País como uma nação próspera da União Europeia seria financiada em parte, como se provou, por ouro nazi.

"Jogar Xadrez" de Jon Tremaine

Editor: Jacarandá Editora

Sinopse: Começa a jogar xadrez já hoje!


Este conjunto compacto, com peças e tabuleiro magnéticos e um livro de 32 páginas repleto de explicações passo a passo, dicas e conselhos, é ideal para viagens e vai proporcionar horas de entretenimento a toda a família.

"Um Ano Cheio de Felicidade - Pensamentos inspiradores para cada dia de Anselm Grün

Editor: Marcador

Sinopse: Estar atento e encontrar a serenidade, repousar e aproveitar a vida, experimentar a beleza do nosso mundo e descobrir a sensualidade... Anselm Grün oferece-nos pensamentos inspiradores, que nos tocam e enriquecem, para todos os dias do ano. Convida-nos a levar para o dia uma afirmação que nos acompanhe.


Os seus pensamentos orientam e transformam a nossa vida. Dão-nos um incentivo que se torna um manancial de novas forças em períodos de dificuldades.

"A Confissão e a Culpa - Trilogia do Mindelo - Volume 3" de Germano Almeida

Editor: Editorial Caminho

Sinopse: O presente romance, com o sugestivo título de A Confissão e a Culpa, fecha um conjunto de três obras que o autor veio agora a enquadrar sob o título geral de Trilogia do Mindelo. Os outros dois romances, já publicados, são O Fiel Defunto e O Último Mugido. Neles se relata um acontecimento ocorrido na cidade do Mindelo, ilha de São Vicente do arquipélago de Cabo Verde. Esse acontecimento, que comoveu o país, foi o estranho e inesperado assassinato do famoso escritor cabo-verdiano Miguel Lopes Macieira, glória da ilha, pelo seu amigo mais próximo, o Engenheiro Edmundo do Rosário, precisamente na concorrida sessão de lançamento do seu mais recente livro, aguardado com grande expectativa por todos os mindelenses. 


Da primeira linha do primeiro volume: "Toda a gente foi apanhada de surpresa, pelo que ninguém tentou impedir o assassinato do mais conhecido e traduzido escritor das ilhas, breves momentos antes do início da cerimónia de apresentação do que acabou por ser a sua última obra."

Sensível a esta falha, porventura intencional, o autor vem agora oferecer-nos a oportunidade de encontrarmos a resposta à pergunta: Por que motivo Edmundo do Rosário assassinou o seu melhor amigo precisamente quando ele se preparava para ser uma vez mais aplaudido pelo povo do Mindelo. É esse o assunto deste terceiro volume desta trilogia, A Confissão e a Culpa. Tem a palavra o assassino.

"A Esperança é Mesmo o Farol" de João Barbosa

Editor: Oficina do Livro

Sinopse: João Barbosa vive e convive com a depressão desde sempre. Sabe o que é ser atraiçoado pelo desespero e passar meses seguidos debaixo de uma nuvem negra que lhe suga todo o ânimo e torna a felicidade, por mais fugaz, um sentimento impossível. Neste testemunho na primeira pessoa, marcado por uma franqueza e coragem desarmantes, lembra, ainda assim, que a depressão não tem de ser o fim do mundo, embora se apresente demasiadas vezes dessa forma a quem carrega este fardo insuportável.


Num tom desassombrado, o autor passa em revista a sua vida, as suas relações com os outros, consigo mesmo e com os seus próprios demónios, e revela-nos como a depressão se foi instalando e conquistando espaço na sua existência até assumir proporções infernais. A centelha de esperança que conseguiu preservar, mesmo nos momentos mais sombrios, serviu-lhe de farol para sobreviver à tempestade - mas nem sempre é assim.

Um livro raro na sua autenticidade, que quebra mitos e tabus sobre a depressão e que é, simultaneamente, uma mão estendida a quem precisa e um grito de alerta para o mundo.


"Anti-Inflamação - Reduza a inflamação para perder peso e ganhar saúde" de Teresa Branco

Editor: Lua de Papel

Sinopse: Imagine que tem a garganta inflamada. Em princípio é uma simples reacção do corpo a uma agressão, como vírus ou bactérias. Uma vez resolvido o problema, a inflamação desaparece e tudo volta ao normal. Há, no entanto, alturas em o nosso sistema imunitário não tem capacidade para vencer as ameaças e gera-se uma situação de inflamação crónica. Pode acontecer com qualquer um de nós, e muitas vezes tem como consequência o aumento de peso, sobretudo para pessoas cuja herança genética já as predispõe para isso. Poder provocar também desde o envelhecimento precoce ao desenvolvimento de cancro, Parkinson ou Alzheimer ou doenças autoimunes.


Teresa Branco, doutora em Gestão de Peso, mostra-nos neste livro pioneiro como os dois processos estão intimamente ligados: a inflamação provoca acumulação de gordura (sobretudo visceral), que por sua vez agrava o processo inflamatório. Para quebrar esse ciclo vicioso é preciso identificar a raiz da inflamação crónica. Muitas vezes são as hormonas provocadas pelo stress (como o cortisol), a falta de sono ou de exercício físico. Mas na maioria dos casos é também uma questão de ingerir ou não alimentos altamente inflamatórios, como o açúcar, lácteos ou glúten.

"Cântico negro" de José Régio

Editor: Porto Editora

Sinopse: A leitura de Luís Adriano Carlos sobre José Régio é a mais revigorante e motivadora. Tantas vezes dado como um autor perfeitamente consumado, sem mais sobressalto ou mistério, Régio encontra nas pistas de Adriano Carlos uma justiça urgente. Aqui não se admite a visão preguiçosa que o toma como sujeito de pulsão recatada. Esse Régio é, em larga medida, imaginário, um certo preconceito ou facilitação, de leituras apressadas e oblíquas.

Na panorâmica que se estende por estas páginas, perfeitamente explicada nos brilhantes ensaios de abertura, José Régio não sucumbe à teologia mas fascina-se com o estabelecimento da sua própria teodiceia. A força do seu pensamento vem genuinamente desse «amor que há entre Deus e o Diabo», um lugar único e complexo que cria um indivíduo por definir, imparável, intenso.
Este é o Régio que me apaixona. Aquele que mediu o sangue e a sombra, aquele que recusou, debateu, analisou com rigor e jamais se rendeu. No seu verso sincero o mais que vejo é a dúvida, a impressão de que talvez se possa criar o Criador mas que, ainda assim, perderemos. É da condição humana tombar no abismo.
Valter Hugo Mãe

"Vírus, Perdigotos e Ajuntamentos" de Rui Duarte Coelho

Editor: 5livros

Sinopse: Um olhar atento sobre o atípico quotidiano das pessoas durante a pandemia Covid-19 é o tema desta obra. Neste livro, todas as personagens são principais. Pretende-se que cada pessoa que viveu este momento único da História se reveja nestas páginas.


Apesar de toda a tragédia vivida, não se trata de um livro dramático. É uma narrativa séria sobre um acontecimento que marca, indelevelmente, a História mundial, mas mesclada com sentido de humor e muita positividade.

A importância de um abraço, de um beijo ou de outra qualquer manifestação de afeto é a marca d’água transversal a toda a obra.

Começa numa segunda-feira, dia 16 de março de 2020, insólita, atípica, singular. O dia em que tudo parou, até as escolas. Estranhamente, o mundo parou "por tempo indeterminado".

"A Aldeia de Stepantchikovo e os Seus Habitantes" de Fiódor Dostoiévski

Editor: Editorial Presença

Sinopse: A sensibilidade peculiar de Dostoiévski, o seu sentido do que há de trágico na vida dos seres comuns assim como das suas fraquezas, que lhe suscitam compaixão, fazem dele o retratista incomparável da época em que se inaugurava, sob o signo do progresso industrial, cultural e social, a modernidade de que ele é já um intérprete de pleno direito.


actualidade dessa época de transição, ao mesmo tempo cheia de promessas e de sinais de uma decadência gerada pelo apego às velhas mordomias do império, suscitou em Dostoiévski uma paixão que se traduziu na inesgotabilidade dos seus temas, centrados sempre na profundidade contraditória e caótica da subjectividade humana.

Escrito ao mesmo tempo que os Cadernos da Casa Morta, o romance, A Aldeia de Stepantchikovo e os Seus Habitantes (1859) é considerado uma das obras-primas do cómico dostoievskiano. É notável pelo trabalho dos diálogos, que fazem deste romance uma obra particularmente adaptável ao teatro.

A narração, ambientada numa propriedade rural do interior da Rússia, é ferozmente corrosiva em relação aos pequenos dramas em que se comprazem as personagens, sobretudo Fomá Opísskin, um homem medíocre e frustrado que alimenta sonhos de grandeza e se comporta como um verdadeiro tirano em relação ao seu benfeitor com quem mantém uma relação parasitária.

A presente edição deste volume é, como habitualmente nesta colecção, uma tradução directa do russo, da autoria de Nina Guerra e Filipe Guerra, vencedores do Grande Prémio de tradução literária APT/Pen Clube Português.

Nina Guerra e Filipe Guerra foram os vencedores do Prémio Especial Tradutor - Prémios de Edição LER/Booktailors 2012

"Estás Aí? Então Aparece!" de Carla Alexandra Pereira

Editor: 5livros

Sinopse: Neste livro, Carla utiliza as ferramentas das áreas que a apaixonam para propor uma abordagem holística e integrada por forma a potenciar a autoconsciência individual e assim ajudar a trazer ao de cima o melhor de cada um de nós.


É um livro escrito de maneira simples e direta, organizado numa estrutura que se pretende ser intuitiva, para que o leitor possa utilizá-lo como um guia de aplicação prática: um programa de 21 dias que propõe conduzi-lo num processo de transformação e (re)organização mental, por forma a assimilar e implementar os comportamentos, mindset e ações individuais com vista ao seu sucesso!

"Escape Room Consegues sair do museu?" de Dr. Gareth Moore

Editor: Edições Gailivro

Sinopse: És capaz de resolver todos os quebra-cabeças e sair do Museu?


Ao percorreres a galeria vazia do Egipto, o som dos teus passos faz eco e um arrepio invade-te o corpo. Algo não está bem. Tentas sair, mas as portas não abrem - estão trancadas. É melhor começares a procurar uma saída alternativa!

Com este livro interativo, vive a experiência de um escape room sem saíres de casa.

Dentro do envelope encontrarás cartões com pistas e objetos para destacares. A tua tarefa é saber qual deles deves utilizar para conseguires resolver cada um dos enigmas, fugindo assim das seis misteriosas galerias, que apresentam desde Vikings maldosos a dinossauros aterradores!

"Em Missão Diário de um voluntário" de António Santos

Editor: Tecto de Nuvens

Sinopse: «No fundo, este livro é a memória das memórias de um cristão. Um cristão tem sempre o seu coração livre e desimpedido para ajudar o próximo. Um cristão sabe sempre que Jesus não se encontra apenas no Sacrário da Igreja, mas nos Sacrários ambulantes que é a Igreja de mulheres e homens, que vão ao encontro de quem mais precisa.»


Relato, na primeira pessoa, da missão humanitária ao Uganda em 2017.

"Pensamentos de uma Mente Inquieta" de Mariana Monteiro

Editor: Manuscrito Editora

Sinopse: «Não quero que o tempo passe, e que eu perca tempo a vê-lo passar.»


Às vezes, Mariana Monteiro tem insónias. Nessas noites mal dormidas, a atriz sente que as suas ideias soltas, pensamentos, reflexões e inquietudes ganham vida. Um dia, decidiu agarrar numa caneta e passar para o papel tudo o que a sua alma expurgava.

O resultado está aqui: um livro surpreendente no qual as palavras inspiradoras da atriz se juntam ao imaginário da ilustradora Mariana, a miserável. Nestas páginas, as duas Marianas convidam-te a traçar um novo caminho para a tua vida. Como? Inspirando-te com 60 textos e ilustrações que são verdadeiras lições que guardarás para a vida.

Aceita o medo. Recorda quem eras na infância. Confia no meio da dúvida. Prioriza o que enriquece a tua mente. Segue a bússola da tua intuição. Este livro é uma viagem, por isso senta-te confortavelmente e deixa-te levar.

"Reconstrução Mamária Tipos de intervenção - perguntas frequentes - Testemunhos - Onde procurar ajuda" de Dr. Rui Bastos, Dr. João Tavares e Enf.ª Maria do Céu Oliveira Martins

Editor: Oficina do Livro

Sinopse: A medicina é surpreendente e são cada vez mais as mulheres que sobrevivem a um cancro da mama. Mas esta é apenas a primeira paragem de um longo caminho que estas mulheres vão percorrer e que poderá ter na reconstrução mamária a fase final e, simultaneamente, o princípio de uma nova vida, já sem uma doença que representa um quarto de todos os cancros femininos.


Assim para os médicos Rui Bastos e João Tavares, especialistas com milhares de cirurgias realizadas e para a Enfermeira Maria Do Céu Oliveira Martins, com mais de três décadas de experiência no acompanhamento de pacientes, a razão de um livro sobre reconstrução mamária é a mesma que levou os seus autores a abraçar esta especialidade: ajudar a mudar para melhor.

Nas páginas deste livro são encontradas as respostas às dúvidas mais frequentes sobre estes processos, bem como, informações mais e menos técnicas sobre os possíveis procedimentos disponíveis no sistema de saúde e com que profissionais se podem aconselhar aquelas que vão passar por estes momentos.

"Mortina e a Viagem ao Lago Mistério" de Barbara Cantini

Editor: Bertrand Editora

Sinopse: Finalmente chegaram as férias!

A Mortina e a família não passavam uns diazinhos fora há… séculos!
Destino: visitar a tia Megera e o primo Dário, no Casarão Ninharia.
Mas o descanso acaba quando a Mortina descobre que um burocrata enfadonho quer leiloar o casarão, achando que está desabitado.
Conseguirão eles salvá-lo, antes que seja tarde demais?
Uma nova aventura da série que se tornou um sucesso internacional, já traduzida para 24 idiomas!

"7 Ideias" de Jamie Oliver

Editor: Porto Editora

Sinopse: Receitas fáceis e deliciosas para todos os dias da semana

À procura de inspiração?
Jamie Oliver tem a solução.
Mais de 120 receitas irresistíveis, usando os seus 18 ingredientes favoritos.
Sucessos garantidos na sua mesa, com o máximo sabor e o mínimo esforço.

"O Livro da Saudade" de Sue Monk Kidd

Editor: Edições Chá das Cinco

Sinopse: Criada numa família rica de Séforis, Ana é uma jovem rebelde com uma mente brilhante e um espírito ousado. Ela estuda em segredo e escreve histórias sobre as mulheres da sua época, negligenciadas e silenciadas. Até que um encontro casual com Jesus muda tudo: o pacifista que se opõe ao domínio de Roma e que ajuda os pobres e as prostitutas cativa Ana, que abandona tudo para viver com ele em Nazaré.


Contudo, os desejos reprimidos que Ana guarda dentro de si colocam-na em perigo. Durante a turbulenta resistência à ocupação de Israel por Roma, ela é forçada a fugir para Alexandria, onde revelações surpreendentes, perigos ainda maiores e um ambiente inesperado a aguardam. Ana determina o seu próprio destino durante uma excecional convergência de acontecimentos, decisivos para a História da Humanidade.

Com base em pesquisa meticulosa e escrito com uma abordagem reverente da vida de Jesus que realça a sua natureza humana, O Livro da Saudade é o relato da luta corajosa de uma mulher para seguir as suas paixões e fazer ouvir a sua voz num tempo, lugar e cultura projetados para a silenciar.

"Três Irmãs" de Heather Morris

Editor: Editorial Presença

Sinopse: Prometeram nunca se separar.

Entre elas, nasceu um laço inquebrável.
E uma força tremenda para sobreviver.

Contra todas as probabilidades, três irmãs eslovenas sobreviveram a vários anos no mais conhecido campo de morte da Alemanha nazi: Auschwitz.
Livia, Magda e Cibi aguentaram tudo juntas: quase morreram de fome e trabalhos forçados e sofreram todos os requintes de malvadez dos guardas de um dos mais horríveis sítios de que há memória.

Mas, agora, os Aliados aproximam-se e as três irmãs têm de enfrentar uma última provação: a marcha da morte - sim, os nazis querem tentar apagar todas e quaisquer provas da existência de prisioneiros em Auschwitz. Por sorte do destino, Livia, Magda e Cibi conseguem escapar à formação da marcha e escondem-se na floresta durante vários dias, até serem salvas.

E é aqui que esta história realmente começa. Dali, as três irmãs viajam para Israel, a sua nova casa, mas a luta pela liberdade ganha então novas formas. Livia, Magda e Cibi têm de enfrentar os fantasmas do seu passado - além dos segredos que esconderam umas das outras - para encontrar a paz e a felicidade verdadeiras.

Inspirado numa história real, e com episódios que se entrelaçam com os de lale, gita e cilka, Três Irmãs vai tocar o espírito e o coração dos leitores - e neles ficará, como história sobre o que é a verdadeira coragem, para sempre.

"Racionalidade O que é, porque parece rara e porque importa" de Steven Pinker

Editor: Editorial Presença

Sinopse: No século XXI a humanidade está a atingir novos níveis de conhecimento científico - e, ao mesmo tempo, parece que estamos a perder a cabeça.

Como pode a espécie que descobriu a vacina para a covid-19 em menos de um ano ser a mesma que produz tantas fake news, curas de charlatães e teorias da conspiração?

Em Racionalidade, Pinker rejeita o cliché cínico de que os humanos são simplesmente uma espécie irracional - homens das cavernas fora do seu tempo, amaldiçoados por preconceitos, falácias e ilusões. Se pensarmos bem, descobrimos as leis da Natureza, prolongámos e enriquecemos as nossas vidas, além de termos construído o próprio modelo de racionalidade.

Pinker parte do princípio de que nós, humanos, pensamos de acordo com o contexto pouco tecnológico em que passamos grande parte das nossas vidas, mas não tiramos vantagem das poderosíssimas ferramentas da razão que construímos durante milénios: lógica, pensamento crítico, probabilidades, correlação, causalidade e tomada de decisões em cenários de incerteza.

Estas ferramentas não fazem parte da nossa educação e nunca foram apresentadas, de forma tão clara quanto articulada, num único livro - até agora. A racionalidade conta. Leva a melhores escolhas nas nossas vidas e na esfera pública, e é o motor da justiça social e do progresso moral. Pleno de humor, Racionalidade é um livro que esclarece, inspira e empodera.

"A Equação Divina - A busca inacabada por uma teoria de tudo e o futuro da física" de Michio Kaku

Editor: Bertrand Editora

Sinopse: Esta é a história emocionante da grande busca da ciência, o Santo Gral da física que explicaria a criação do universo, pela mão do conceituado físico teórico e autor Michio Kaku.

Quando Newton descobriu a lei da gravidade, unificou pela primeira vez as leis que governam a terra e os céus. Desde então, a física tem vindo a descrever novas forças, em teorias cada vez mais abrangentes, mas o grande desafio - um empreendimento monumental - é atingir a síntese das duas teorias restantes, a teoria da relatividade e a teoria quântica, na chamada teoria de tudo. Einstein disse que consegui-lo seria como «ler a mente de Deus», inspirando o termo «equação divina». Michio Kaku dedicou-lhe toda a sua carreira.

Atingir esta síntese, uma fusão de todas as forças da natureza numa equação única e elegante, capaz de desvendar todos os mistérios do cosmos, seria uma estrondosa vitória da ciência. Poderíamos, por fim, responder às grandes questões: O que aconteceu antes do Big Bang? O que há do outro lado de um buraco negro? Existem outros universos e outras dimensões? É possível viajar no tempo? Porque é que existimos?
Em A Equação Divina, Kaku explica as origens desta demanda e a polémica que gerou e ainda gera, empurrando cientistas nobelizados para trincheiras opostas. Trata-se de uma história cativante e envolvente - e o que está em jogo é nada mais, nada menos do que a nossa conceção de universo.

Escrito com a clareza e o entusiasmo característicos de Michio Kaku, este é o épico da procura pela equação divina.

"A História Secreta das Forças Especiais - O poder e a importância das tropas de elite no nosso mundo" de Eric Denécé

Editor: Clube do Autor

Sinopse: As forças especiais atuaram nos conflitos mais marcantes da nossa História e estão na vanguarda na luta contra o terrorismo. São grupos de elite, versáteis e discretos, treinados para cumprir as missões mais perigosas e secretas - dentro e fora de cada país.


Neste livro, da autoria de um dos maiores especialistas internacionais sobre o tema, encontramos as missões mais perigosas e mais importantes da História e também uma análise rigorosa acerca do seu papel no quadro geoestratégico.

Com base no conhecimento profundo sobre as principais unidades internacionais, Denécé explica as bases do recrutamento e do treino dos operacionais, a preparação psicológica e o equipamento técnico ao dispor e como têm um papel preponderante no mundo atual.

"Amores Imperfeitos" de Helena Sacadura Cabral

Editor: Clube do Autor

Sinopse: Amores Imperfeitos reúne mais de cinquenta pequenas histórias, que atravessam várias épocas e lugares, contextos distintos e inúmeras vidas. Muitas foram inspiradas na vida real mas a grande maioria são resultado da imaginação e da criatividade da autora. É a sua obra mais original e surpreendente até ao momento e revela o seu enorme talento narrativo.


Depois de presentear os leitores com algumas das suas vivências e memórias, com pequenas biografias e com títulos dedicados aos temas que marcam a nossa sociedade, Helena Sacadura Cabral regressa agora às livrarias nacionais com um trabalho inesperado e versátil, assente em pequenas ficções.

"Unlock! - Tenta Escapar das Catacumbas" de Fabien Clavel

Editor: Edições Asa

Sinopse: Tu és o Afonso e adoras a adrenalina de um bom enigma! Com um grupo de amigos, tomaste conhecimento de uma série de rumores que vos fizeram querer descer às catacumbas da vossa escola para os investigar. Mas agora, para escapar, todos contam com a tua perspicácia, espírito de aventura e resiliência.


Resolve os enigmas para escapar das catacumbas!

"Cérebro em Forma" de Zoë Aston

Editor: Editorial Planeta

Sinopse: Concebido e escrito por Zoë Aston, psicoterapeuta e consultora para a saúde mental, Cérebro em Forma é um plano de 5 semanas que lhe oferece exercícios e ferramentas para que comece a cuidar da sua saúde mental hoje mesmo - e para o resto da sua vida.


A nossa saúde mental é como a nossa saúde física: todos temos fraquezas, feridas e cicatrizes - e todos temos de cuidar delas, da maneira certa, para começar o processo de cura. Este plano inovador, testado e comprovado, vai ajudá-lo a desenvolver e fortalecer o músculo de saúde mental, e funciona como um concentrado de dois a três anos de sessões.

O plano está dividido em pequenos programas diários e programas semanais. Os programas diários recentram o nosso foco no interior, para que conquistemos tempo, espaço e disponibilidade mental e nos conheçamos verdadeiramente, através de conversas connosco próprios. Os semanais ajudam a desenvolver responsabilização e compromisso, além de incentivarem o uso do exercício mental como forma de gerir o humor e o estado de espírito.

Prepare-se para ficar mais forte e mais feliz em apenas 5 semanas, com um treino que vai mudar a sua paisagem emocional interior para o resto da vida.

"Cérebro em Forma" de Zoë Aston

Editor: Editorial Presença

Sinopse: Concebido e escrito por Zoë Aston, psicoterapeuta e consultora para a saúde mental, Cérebro em Forma é um plano de 5 semanas que lhe oferece exercícios e ferramentas para que comece a cuidar da sua saúde mental hoje mesmo - e para o resto da sua vida.


A nossa saúde mental é como a nossa saúde física: todos temos fraquezas, feridas e cicatrizes - e todos temos de cuidar delas, da maneira certa, para começar o processo de cura. Este plano inovador, testado e comprovado, vai ajudá-lo a desenvolver e fortalecer o músculo de saúde mental, e funciona como um concentrado de dois a três anos de sessões.

O plano está dividido em pequenos programas diários e programas semanais. Os programas diários recentram o nosso foco no interior, para que conquistemos tempo, espaço e disponibilidade mental e nos conheçamos verdadeiramente, através de conversas connosco próprios. Os semanais ajudam a desenvolver responsabilização e compromisso, além de incentivarem o uso do exercício mental como forma de gerir o humor e o estado de espírito.

Prepare-se para ficar mais forte e mais feliz em apenas 5 semanas, com um treino que vai mudar a sua paisagem emocional interior para o resto da vida.

"Um Dia de Cada Vez - Agenda Bullet" de Maria Ana Ferro

Editor: Jacarandá Editora

Sinopse: Esta agenda é para todas as mães que precisam de um reforço de memória e de um espaço para registar não só os seus dias mas também a agenda dos seus filhos, toda as tarefas da casa e os momentos de pausa e lazer.


É um espaço criativo e de reflexão com sugestões mensais, textos inspiracionais e um convite para parar, pensar e aproveitar com intenção, o melhor dos dias.

"A Torre Maldita A última batalha dos Cruzados pela Terra Santa" de Roger Crowley

Editor: Editorial Presença

Sinopse: Esta é a história da última batalha dos cruzados na Terra Santa, o clímax sangrento de duzentos anos de cristianismo em terras do Oriente, quando o último bastião cristão caiu nas mãos do exército muçulmano em 1291.


O cerco de Acre, em 1291, foi a última batalha sangrenta das cruzadas cristãs pela Terra Santa. Após seis semanas desesperadas, a cidadela sitiada rendeu-se aos mamelucos, pondo fim à aventura de duzentos anos da Cristandade no Médio Oriente.

Em A Torre Maldita, Roger Crowley oferece-nos uma narrativa vívida sobre os acontecimentos que culminariam no cerco de Acre até à batalha final. Baseando-se em fontes árabes, bem como em documentos latinos que até agora não tinham sido traduzidos, Crowley argumenta que Acre se notabilizou pelos avanços técnicos em termos de planeamento militar e de guerra de cerco, destacando-se ainda pelo heroísmo dos seus defensores.

Descrição arrebatadora da era dos cruzados, contada através dos seus dramáticos últimos momentos, A Torre Maldita oferece-nos uma nova visão sobre um ponto de viragem crucial na história mundial.

"Autobiografia de um Iogue" de Paramhansa Yogananda

Editor: Albatroz

Sinopse: Eleito um dos cem melhores livros espirituais do século XX, a Autobiografia de um Iogue oferece um verdadeiro portal para a compreensão da filosofia indiana, narrando a história de vida de Paramhansa Yogananda. Através de extraordinários relatos sobre a sua infânca na Índia, a busca por um mestre espiritual e a sua peregrinação pela Europa e Oriente, onde contactou com grandes santos e iogues, Paramhansa conduz-nos numa viagem inesquecível pela busca da verdade, do autodomínio e do caminho para Deus.

Considerado um clássico de literatura religiosa, editado em todas as principais línguas, esta obra sagrada é uma profunda introdução à ciência e à filosofia do ioga, revelando a unidade subjacente às grande religiões do Oriente e do Ocidente.
Livro de cabeceira de famosos, como Steve Jobs, George Harrison e Gilberto Gil, a Autobiografia de um Iogue já tocou a mente e o coração de milhões de pessoas.





cardapio.pt @ 13-10-2021 16:57:55


Clique aqui para ver mais sobre: Notícias sobre Literatura e Livros