Novidades Livros (23 a 31 de julho de 2020)

cardapio.pt @ 22-7-2020 16:52:00

"33 Cartas de Montmartre" de Nicolas Barreau

Editor: Editora Minotauro

Sinopse: 
Ao perder a mulher, prematuramente, Julien Azoulay, escritor aclamado, deixa de acreditar no amor, perde a fé no lado mais feliz da vida - e com ela sua capacidade de escrever. Antes de morrer, Hélène faz o marido prometer-lhe que lhe escreverá 33 cartas, uma por cada ano da sua curta vida. Para seu espanto, Julien dá-se conta de que esta «correspondência», que deixa numa gaveta secreta na campa da mulher, no cemitério de Montmartre, acaba por ser o seu único conforto na perda.

Até que um dia descobre que as cartas desapareceram e, no lugar destas, encontra alguma pistas... O que Julien não sabe é que alguém o observa. Alguém que lê as cartas e que o quer ajudar. Alguém que se apaixonou por ele.

"Traço Contínuo" de Rui Guedes; Ilustração: Daniel Oliveira

Editor: Editorial Novembro

Sinopse: «(…) Imagino o fim deste livro como imaginaria o primeiro dia perto de ti. Aproximar-me-ia lentamente, sem querer que te assustasses ou te surpreendesses com a minha chegada. Adoraria que ficasses feliz por me veres ali, de olhar fixo nos cabelos em frente ao rosto e colados nos lábios, aguardando a tua permissão para estender os dedos e puxá-los para detrás da orelha, sempre sem tirar os meus olhos dos teus e até que o incómodo os fizesse desviar. Mas sou apenas eu a imaginar o fim deste livro, julgando como seria o primeiro dia perto da pele escurecida pela sombra de um quarto, e dos cabelos negros sobre o candeeiro apagado junto à cama onde nos deitaríamos e passaríamos o resto da vida.

A página está quase no fim e a imaginação continuaria por mais capítulos, mas prefiro que acabe assim, (…) aguardando que estendas os dedos por detrás da minha nuca, levando a minha boca junto à tua, neste lugar onde passaremos o resto da vida…» In Traço Contínuo

"A Propósito de Nada" de Woody Allen

Editor: Edições 70

Sinopse: Neste livro de memórias sincero e muitas vezes hilariante, o célebre realizador, comediante, argumentista e ator oferece uma visão tão abrangente quanto pessoal da sua tumultuada vida. Começando pela infância em Brooklyn, Woody Allen relata os dias difíceis no stand-up, antes de alcançar reconhecimento e sucesso. Com a sua habilidade única para contar histórias, relata a passagem para o cinema e revisita a sua enorme e produtiva carreira, ao longo de 60 anos, como argumentista e realizador, de clássicos como Annie Hall, Manhattan e Ana e as Suas Irmãs, até aos filmes mais recentes, incluindo Meia Noite em Paris. Pelo caminho, fala sobre os seus casamentos, romances e amizades, de jazz e dos seus livros e peças de teatro. Conta-nos sobre os seus demónios, erros, sucessos e sobre aqueles a quem amou, com quem trabalhou e com quem, em igual medida, muito aprendeu.

Ao Cair da Noite de Judith McNaught

Editor: Edições Asa

Sinopse: Sloan Reynolds tem uma vida pacata numa pequena vila na Flórida. Abandonada trinta anos antes pelo pai e pela irmã, o seu mundo não podia ser mais diferente do glamour de Palm Beach, de onde agora lhe enviam um inesperado convite para se juntar a eles. Embora se sinta inclinada a recusar, Sloan percebe que está na hora de conhecer verdadeiramente a família, para o melhor e o pior…


Tudo corre na perfeição até ao momento em que conhece o sedutor Noah Maitland e fica pela primeira vez dividida entre desejo e dever. Mas os seus problemas estão apenas a começar. Quando é confrontada com uma acusação infame, Sloan terá de recorrer a todas as suas forças para conseguir descobrir a verdade e salvar o seu coração…

Com um enredo empolgante e pleno de suspense e paixão, Ao Cair da Noite consolida o estatuto de Judith McNaught como uma das melhores contadoras de histórias dos nossos dias.

"A Vida Extraordinária do Português que Conquistou a Patagónia" de Mónica Bello

Editor: Temas e Debates

Sinopse: José Nogueira teria doze ou treze anos quando trocou as margens do Douro por um convés de navio. Como milhares de outros portugueses atirou-se ao Atlântico para fugir à miséria daqueles meados do século XIX que ainda havia de sangrar muitas outras gerações.


Fez-se marinheiro nos oceanos, homem nas ruas do Rio de Janeiro, caçador de lobos-marinhos no Pacífico Sul. Teria dezanove ou vinte anos quando decidiu lançar amarras numa terra gelada e varrida por ventos do diabo, sem serventia que se visse. Essa terra era Punta Arenas, para lá do paralelo 53 Sul, na margem norte do estreito que já levava o nome de outro português, o de Magalhães. Foi nesta desolada terra de aventureiros, desterrados, índios, caçadores, deserdados e imigrantes, um território de fronteira que já somava tragédias, que «o Português» construiu casa e fortuna e se tornou «Don José». Esta não é uma história baseada em factos reais. Esta é a história da vida de José Nogueira, marinheiro e terratenente. E é quase toda verdadeira.

«Depois de Fernão de Magalhães e da dúzia de compatriotas que levou com ele na pequena frota de cinco naus que desceu o Guadalquivir para dar a volta ao mundo, outros navegantes portugueses chegariam ao estreito […]. Séculos mais tarde chegariam outros. Um deles, o primeiro a assentar arraiais no estreito seria um marinheiro, também ele com oito anos de vida nómada num convés de navio. Não era nenhum Magalhães, nem nenhum Gama, Dias ou Cabral […]. Mas vá-se lá saber o que molda as escolhas de um homem. Ele era um simples marinheiro, nem melhor nem pior do que qualquer outro, e talvez tivesse apenas chegado o momento de procurar um rumo com menos balanço e sob o seu próprio comando.»
 Do Prólogo

"Ana dos Cabelos Ruivos" de Lucy Maud Montgomery

Editor: Editora Minotauro

Sinopse: Marilla e Matthew decidem adotar um menino para os ajudar nas tarefas da quinta, mas, ao invés, é-lhes confiada uma menina ruiva, de 11 anos: Ana. Assim, os pais - que apesar de simpáticos são algo austeros - veem-se confrontados com a natureza expansiva, a curiosidade, a imaginação peculiar e a conversa ágil da menina, que a pouco e pouco vai vencendo a relutância com que é recebida na sua nova casa. Ana e os pais adotivos são como que dois mundos diferentes, cuja convivência resulta em momentos hilariantes! O espírito combativo e questionador de Ana logo atrai o interesse da população local - além de todo o tipo de problemas…


Publicado pela primeira vez em 1908, Ana dos Cabelos Ruivos veicula valores fundamentais, como a ética, a solidariedade, a honestidade, a importância do trabalho e da amizade 

"Conjugação de Mapas" de Regina Correia

Editor: Editorial Novembro

Sinopse: «Este livro exibe um intertexto circular e andante, haurido na compleição erudita e no cuidado de cavar fundo o chão de cada lugar. A conjugação de Regina Correia, lúdica e telúrica, lembra-me uma concha. Não só por rumorejar o mar e se quedar inerte, mas por sugerir uma turbante de sedimentos.»

Filinto Elísio (poeta)

«No princípio era o Verbo, a palavra fundadora e criadora do entendimento entre os homens. O princípio deste livro é o Lugar, o espaço de pertença de todos e cada um, não importa a sua situação geográfica, política, social, económica, religiosa. As fronteiras não existem na Conjugação dos Mapas.»
Anabela Almeida, Professora e Investigadora

"Zé de Bragança - Sem Papas na Língua" de José Luís Seixas

Editor: Livros Horizonte

Sinopse: 
18 ANOS - crónicas, histórias e coisas assim… Do Zé de Bragança e do seu criador. "(…) Nasceu o Zé de Bragança. Desde então escreveu com a dureza e a ironia que a capacidade do criador lhe consentiu. Sem constrangimentos e em total liberdade. Verberando os unanimismos, o politicamente correto, os «dogmas» da «modernidade». Criticou muitos protagonistas do poder. Denunciou equívocos e sofismas. Publicitou o sentimento popular que não tinha eco na Imprensa. Expôs opiniões e nunca recusou a controvérsia. Terá sido, porventura, incorreto e injusto, como foi hiperbólico e encomiástico. Exagerou umas e acertou noutras. Parodiou situações, satirizou comportamentos, ironizou atitudes. Foi cáustico com alguns e indulgente com outros. Por vezes contraditório e incoerente, mas nunca indiferente. Houve crónicas em que descobriu a alma, deixou fluir sentimentos e correr a lágrima. Mas o criador do personagem tem pais - e que orgulho em tê-los -, é pai - e que orgulho em sê-lo -, marido - e que bênção a recebida -, amigo de bons amigos - e que privilégio sabê-lo. É filho de uma terra prodigiosa, onde se procura quando perdido e se reencontra em tranquilo repouso no regaço maternal dos montes que o cercam (…)."

"A Princesa Perdida - As Crónicas de Rosewood N.º 3" de Connie Glynn

Editor: Oficina do Livro

Sinopse:
 Lottie Pumpkin é uma miúda normal que sonha ser princesa.
Ellie Wolf é uma princesa que deseja ser uma miúda normal.
As duas encontraram-se em Rosewood Hall e trocaram de identidades.

Apesar das perigosas tentativas da organização Leviathan em revelar o grande segredo, as amigas aproveitam ao máximo a vida mágica e misteriosa no colégio.

Mas, quando a ameaça coloca em risco as suas próprias vidas, elas veem-se forçadas a mudar-se para Takeshin Gakuin - a escola parceira de Rosewood Hall, no Japão.

Será que lá estarão a salvo das ameaças dos Leviathan?
Ou será que há segredos impossíveis de esconder?

"Macaquinhos no Sótão - O livro" de Susana Romana

Editor: Oficina do Livro

Sinopse: 
Um livro que é um 2 em 1!
Com textos humorísticos e com os famosos jogos do programa para promover o convívio!

Coragem! Redenção! Relações tórridas com uma cascata como cenário! Nada disto pode ser encontrado neste livro, que basicamente reúne as manias apresentadas pela Susana Romana nas Manhãs da M80 - manias essas que talvez até reconheça e partilhe. Afinal, se calhar os macaquinhos dos nossos sótãos não são assim tão diferentes. Aqui tem temas que vão desde o terror dos parques infantis às partidas que se pregavam pelo telefone nos anos 80, passando por como se comportam as pessoas num grupo de WhatsApp,  pela inutilidade de passar a ferro ou pelas melhores técnicas para enfardar num buffet.

Mas se achar que ler um livro é uma experiência demasiado solitária, nada tema: tal como aqueles iogurtes que afinal também são uma gelatina, este volume é um 2 em 1. Encontra aqui uma segunda parte com jogos para fazer com família, amigos, inimigos ou desconhecidos numa paragem de autocarro. E sim, pode fazer batotice para ganhar sempre, especialmente se for a pessoa que gastou efectivamente dinheiro a comprar o livro.

"Faces do Poder com Joaquim Procópio Contos - Contas e alguns desabafos" de António Cardal

Editor: Editorial Novembro

Sinopse: 
«Procópio é um indivíduo franzino e levemente careca. Tem pernas tortas e ligeiramente peludas. Ventre não muito proeminente. Há uma luta entre as calças e o ventre, que dá origem a um tique constante.
O amigo Luís é alto e magro, culto, com uma licenciatura em Letras e professor de Germânicas. Encontram-se habitualmente de tarde até ao jantar e Procópio gosta de contar algumas anedotas. Procópio tornou-se relativamente célebre quando no jornal da sua cidade escreveu um violento artigo contra o tratamento de touros nas touradas e contra os ferros que lhes eram espetados. Recebeu uma série de cartas e de aplausos dos meios de comunicação social, mas nada publicava sem ouvir o sensato e culto amigo Luís.
Mas não se julgue que Procópio não assistia a touradas. Quando havia ferros espetados no touro, exclamava: ‘Que barbaridade!’. Ou virava as costas, protestando sempre.
Mas como qualquer português, vibrava com as pegas de caras ou de cernelha e não deixava de gabar o colorido de uma tourada à antiga portuguesa.
(…) foi notável a evolução do Procópio. A princípio dizia lugares comuns e, portanto, sem qualquer interesse. Talvez pelo convívio com o seu amigo Luís, foi evoluindo.»

In Joaquim Procópio
(Contos, Contas e Alguns Desabafos)

Inteligência Artificial HBR Visões Fundamentais

Editor: Actual Editora

Sinopse: 
Tomar decisões melhores e mais rápidas, automatizar o trabalho ou permitir que os robôs respondam com emoções, a IA e a aprendizagem das máquinas já está a reconfigurar os negócios e a sociedade. O que devem os gestores e as suas empresas fazer hoje para garantir que se mantêm no caminho do sucesso e, a par dos seus concorrentes, na era da IA?

"Alimentação - Mitos e Factos Uma perspectiva científica" de Isabel do Carmo

Editor: Oficina do Livro

Sinopse:
 Um livro prático e informativo que ensina a escolher a dieta mais equilibrada e saudável, baseada nas mais recentes descobertas científicas e estudos credíveis.


Todos damos muita atenção ao que comemos porque sabemos que a alimentação tem um impacto enorme na nossa saúde, na nossa aparência e na qualidade das nossas vidas. E no entanto, muitas vezes baseamos os nossos comportamentos e escolhas alimentares em informações incompletas, deturpadas ou mesmo erradas.

A Prof.a Isabel do Carmo tem uma longa obra divulgativa sobre vários aspectos de saúde. Escreveu agora Alimentação - Mitos e Factos para nos ajudar a tomarmos as opções alimentares mais vantajosas para as nossas vidas - baseadas em fontes de informação fidedignas e com o rigor científico que um tema tão importante presume.

Alimentação - Mitos e Factos proporciona uma visão equilibrada e fundamentada sobre:

- As principais dietas da moda: da Paleo às de emagrecimento como a Atkins, com restrição de hidratos de carbono
- As guerras a alguns nutrientes, como o glúten e a lactose
- O consumo de carne e os regimes vegetarianos, suas vantagens e desvantagens
- A dieta mediterrânica
- Os suplementos nutricionais e os medicamentos «naturais»: plantas, ervas e suplementos naturais
- A relação entre a alimentação e o relógio biológico. A crononutrição

Estes são alguns dos temas tratados ao longo do novo e importante trabalho da Prof.ª Isabel do Carmo, que nos esclarece sobre os efeitos que os nossos comportamentos e escolhas alimentares têm no organismo.

A Terceira Índia de Iris Bravo

Editor: Cultura Editora

Sinopse: 
Na linha do coração entre Portugal e Moçambique, as segundas oportunidades são agora ou nunca.

Sofia tem 32 anos, é professora num colégio privado em Lisboa e casada com um arquiteto de uma família nobre Ribatejana. Ele conservador e ela liberal, não tinham nada em comum quando se apaixonaram numas férias de verão dez anos antes. Viveram um namoro feliz seguido de um casamento de sonho, desgastado nos últimos anos pela sua obsessão por uma gravidez. 

Quando descobre que foi traída, Sofia aceita uma proposta da sua mentora e viaja para Moringane, uma cidade no interior de Moçambique.
Disposta a viver aventuras, envolve-se com Alex, um homem que a atrai apesar dos seus modos secos mas lhe esconde segredos, como a verdade sobre si próprio e uma rede de tráfico humano a operar em Moringane. 

Corajosa e emotiva, Sofia terá de enfrentar situações de grande perigo que a irão levar a uma descoberta surpreendente.

"O Bebé Sabe Comer - A alimentação complementar do bebé através do Baby-Led Weaning" de Marília Pereira

Editor: Edições Chá das Cinco

Sinopse: Tal como existem diferentes estilos de parentalidade também existem várias abordagens para a introdução da alimentação complementar.
Neste livro vamos aprofundar um pouco mais a abordagem designada por Baby-Led Weaning (BLW).
Nesta forma de introdução da alimentação complementar, os bebés participam, desde o início (pelos 6 meses), das refeições em família.

Sentam-se à mesa com os pais, avós ou outros cuidadores e partilham o mesmo espaço, o mesmo tempo e a mesma refeição. Desta forma, os alimentos oferecidos ao bebé farão parte de uma alimentação equilibrada onde haverá menos probabilidades de se cair na monotonia e de carências nutricionais.

Mas o BLW é muito mais do que oferecer alimentos em pedaços. Esse será o meio para atingir o fim: um bebé que come sozinho. É uma filosofia de vida, uma maneira de estar. Mais do que não oferecer comida em puré, o BLW pressupõe que as refeições sejam realizadas em família.

Sem o «agora vou despachar o bebé para depois comermos nós». A hora da refeição deve ser um momento de convívio, boa disposição, tranquilidade e comunicação entre todos os elementos da família.

"Déjà Vu com Allan Kardec" de Rui Guerreiro

Editor:  Editorial Novembro

Sinopse: 
«Este é um conto que fala sobretudo de amor e de esperança. (...)
Baseado em factos reais, vividos na primeira pessoa, faz uma alusão extraordinária a tudo o que o amor traz, desde os seus desígnios e as formas misteriosas de se mostrar, às enigmáticas e criativas formas de expressão, numa série de pensamentos díspares e originais que nos fazem ficar presos à narrativa pelo fascínio com que o autor se despe perante a sua própria essência.»

In prefácio
de Andressa Marques Freitas Oliveira

"Sempre Estrangeira" de Claudia Durastanti

Editor: Dom Quixote

Sinopse: 
Quando tudo cai, permanece, indomável, o amor.

A primeira pergunta que lhe fazem sempre é como aprendeu a falar e, logo a seguir, em que língua sonha. Filha de pai e mãe surdos que se separaram pouco depois de terem os filhos, a protagonista deste livro viveu uma infância verdadeiramente febril, sempre a andar de um lado para o outro - de Brooklyn, em Nova Iorque, para Basilicata, uma aldeiazinha em Itália - e da mãe para o pai; mas, tal como uma planta obstinada, foi capaz de criar raízes em todo o lado e, já adulta, acabou por replicar este comportamento migratório, fosse por causa dos estudos, da emancipação, do inescapável amor.

Sempre Estrangeira é a história de uma educação sentimental contemporânea, desorientada pelo passado e pela consciência das diferenças físicas, das distinções sociais, da pertença a um lugar. Parte memória, parte narrativa culta e romanesca, é uma viagem fascinante em busca da auto-afirmação, na qual a geografia, a arte e a linguagem são simultaneamente armas de revolta e de redenção.

"A Voz do Conhecimento - Um guia prático para a Paz Interior" de Don Miguel Ruiz

Editor: Lua de Papel

Sinopse: Don Miguel Ruiz era um adolescente cheio de si quando um dia foi visitar o avô. Para o impressionar, começou a expôr-lhe todas as teorias que tinha aprendido na escola. O xamã ouviu pacientemente o neto, e no fim disse-lhe: "Sabes, a maior parte das pessoas no mundo inteiro acredita que existe um grande conflito no universo, entre o bem e o mal". Porém, advertiu-o, esse conflito só acontece na cabeça de cada um de nós, e não é sequer entre o bem e o mal. "É entre a verdade e o que não é verdade. O bem e o mal são só o resultado desse conflito."

O rapaz só perceberia as palavras do avô anos mais tarde. Era então um cirurgião respeitado quando, num violentíssimo acidente de viação quase fatal, viveu uma experiência de quase morte, que o fez questionar toda a sua visão da realidade.

Em A Voz do Conhecimento o autor recupera a história de Adão e Eva para nos explicar como e por que razão nos afastamos da verdade. Só que o fruto proibido na vida real chama-se mentira. À medida que crescemos, começamos a julgar e a condenar, afastamo-nos da nossa essência, deixamos de ser autênticos.

E é essa a poderosíssima mensagem deste livro - não podemos acreditar nas mentiras que nos contam e que contamos a nós próprios. A única via para acabar com o sofrimento é a aceitação plena de quem realmente somos. A isso chama-se Amor. E é o único caminho para encontrarmos a paz e a alegria de viver.

"Atlas Histórico de África - Da pré-história aos nossos dias" de François-Xavier Fauvelle e Isabelle Surun

Editor: Editora Guerra & Paz

Sinopse: 
A África é um continente imenso e as sociedades que o habitam conheceram múltiplas trajectórias históricas ao longo dos milénios, sem deixar de interagir entre si e com os mundos externos. Cinco grandes períodos marcam esta história:
- A África antiga (desde a Pré-história até o século XV), ao mesmo tempo berço e caldeirão da diversidade linguística, técnica e política;
- A África na era moderna (do século XV ao XVIII), os seus grandes reinos e o início da presença europeia;
- A África soberana (século XIX), após a abolição do tráfico atlântico de escravos e as reconversões económicas africanas;
- A África sob o domínio colonial, entre a «partilha» do continente, resistências anticoloniais e descolonizações;
- A África das independências, que enfrenta numerosos desafios políticos, económicos e sociais.

Este atlas reúne mais de 100 mapas e os conhecimentos constantemente renovados da história da África, mostrando o quanto este continente, longe de se fechar sobre si próprio, tem sido dinâmico e unido à história global.

"Black Heart - Volume II" de Lauren Lewis

Editor: Cordel D' Prata

Sinopse: 
Matthew Cooper procura uma mulher para satisfazer um plano cruel.

Quando o passado, o presente e o futuro se cruzam, só um grande amor poderá mudar o rumo da história.

"Coronavírus: Liderança + Recuperação - HBR Visões Fundamentais"

Editor: Actual Editora

Sinopse: 
Tire o seu negócio da crise e diga adeus aos efeitos da pandemia. Com o Coronavírus a deixar muitos negócios de pernas para o ar, e várias economias em crise, a Harvard Business Review apresenta-lhe as respostas e o apoio de que precisa para combater estes tempos difíceis. Este livro vai ajudá-lo a entender melhor esta situação sem precedentes e dá-lhe as ferramentas de que precisa para que possa contorná-la e navegar para bom porto.

A Dança da Água de Ta-Nehisi Coates

Editor: Cultura Editora

Sinopse: 
Do autor vencedor do National Book Award, A Dança da Água é um romance de estreia ousado, sobre um dom mágico, uma perda devastadora e a guerra pela liberdade.
O jovem Hiram Walker nasceu escravo, numa plantação na Virgínia. Quando a sua mãe foi vendida, Hiram ficou sem qualquer memória dela, mas recebeu um poder misterioso.
Anos mais tarde, quando Hiram quase se afoga num rio, esse mesmo poder salva-lhe a vida. Este encontro com a morte, acorda em Hiram uma vontade urgente que o leva a criar um plano ousado: fugir da única casa que alguma vez conheceu.

Assim começa a viagem inesperada que leva Hiram da grandeza corrupta das plantações en Virgínia a células de guerrilhas no deserto, do caixão do Sul Profundo a movimentos perigosamente idealistas do Norte. E, mesmo no meio da guerra entre escravos e esclavagistas, Hiram permanece decidido em resgatar a familia que deixou para trás.

Esta é a história dramática de uma atrocidade infligida a gerações de mulheres, homens e crianças - a separação violenta e caprichosa de famílias e a guerra que eles travam para, simplesmente, estarem com as pessoas que amam. Escrito por um dos autores mais emocionantes da atualidade, A Dança da Água é um trabalho transcendente que restaura a humanidade daqueles a quem foi tirado tudo.


"O Homem que Perseguia a sua Sombra .- Millennium V - Livro de Bolso" de David Lagercrantz

Editor: BIS

Sinopse: 
Lisbeth Salander cumpre uma curta condenação no estabelecimento prisional feminino de Flodberga e faz o possível por evitar qualquer conflito com as outras reclusas, mas ao proteger uma jovem do Bangladesh que ocupa a cela vizinha é imediatamente desafiada por Benito, a reclusa que domina o bloco B.

Holger Palmgren, o antigo tutor de Lisbeth, visita-a para a informar de que recebeu documentos que contêm informações sobre os abusos de que ela foi vítima em criança.

Lisbeth pede ajuda a Mikael Blomkvist e juntos iniciam uma investigação que pode trazer à luz do dia uma das experiências mais terríveis implementadas pelo governo sueco nos anos Oitenta do século XX. Os indícios conduzem-nos a Leo Mannheimer, sócio da corretora Alfred Ogren, com quem Lisbeth tem em comum muito mais do que algum deles podia pensar.

Em O Homem Que Perseguia a Sua Sombra, o quinto volume da série Millennium, David Lagercrantz construiu uma história emocionante sobre abuso de autoridade, e também sobre as sombras da infância de Lisbeth que ainda a perseguem.

"Já Estão a Prestar Atenção - Como se fará a política do amanhã" de Jack Shenker

Editor: Bertrand Editora

Sinopse: 
A primeira investigação de fundo sobre os movimentos políticos - jovens, ativistas, clandestinos ou alternativos - que moldarão o mundo nas próximas décadas.

A paisagem política está a mudar a um ritmo alarmante, tão rápido que não há artigos de opinião ou reportagens aprofundadas que consigam fazer sentido das alterações que têm sido registadas. Já Estão a Prestar Atenção é o primeiro livro a mergulhar a fundo no novo paradigma de comportamento político e é o livro essencial para entender a política de hoje e a sua trajetória nas décadas que se avizinham. Shenker percorreu o Reino Unido para contar as histórias que os outros ignoraram, para perceber porque está a juventude desiludida com os partidos e para descobrir como esta desilusão está a moldar novas formas de fazer política. «Espero que o livro seja também lido por pessoas com perspetivas diferentes e que estas descubram nele algo que as faça pensar, ou mesmo que lhes pareça convincente. Espero que, embora possam discordar de alguns dos argumentos aqui apresentados, sintam que o livro lança alguma luz sobre a origem de todos esses terramotos e vulcões, e sobre as forças motrizes por trás das fraturas que ainda estão por aparecer. Neste momento, precisamos de toda a esperança possível.»
(da Introdução)

"Quero uma Mãe-Robô" de Davide Cali; Ilustração: Anna Laura Cantone

Editor: Editora Minotauro

Sinopse: 
Uma mãe verdadeira nem sempre tem muito tempo para estar com os filhos.

Pelo contrário, uma mãe-robô, além de ter muito tempo, faz todas as tuas vontades.
E, acima de tudo, NUNCA ralha… se o fizer, podes sempre desligá-la!
Mas será que uma mãe-robô cheira bem e dá colo como uma mãe verdadeira?

"Colheita de Inverno - Ensaios de teoria e crítica literárias" de Vítor Aguiar e Silva

Editor: Edições Almedina

Sinopse: 
A metáfora sazonal que configura o título deste livro tem duas explicações: uma, de natureza biográfica - o autor escolheu o título quando se deu conta de que em breve ia perfazer oitenta anos de idade -, e outra, de natureza cultural - há múltiplos sinais de que a literatura, a teoria e a crítica literárias têm sofrido, desde o último quartel do século xx, uma crise que se pode simbolizar na metáfora do Inverno (inclemência do clima, chuva e vento adversos, frio e névoa).

Foi contra este pessimismo cultural que foram escri­tos os ensaios deste volume, todos eles procurando conhecer e explicar as formas e os sentidos que, des­de há quase trinta séculos, constituem a literatura

"O Dinheiro ou a Vida - 9 passos para transformar a sua relação com o dinheiro e atingir a independência financeira" de Vicki Robin e Joe Dominguez

Editor: Actual Editora

Sinopse: 
O grande objetivo deste programa de nove passos é transformar a relação do leitor com o dinheiro e dar-lhe a desejada independência financeira. Asseguramos, funciona. Este livro vai libertá-lo para que possa ter tempo para uma vida com mais alegria, mais liberdade e mais significado.

O que significa transformar a sua relação com o dinheiro? Não significa ganhar mais ou menos dinheiro; mas sim saber quanto é suficiente para ter a vida que deseja, agora e no futuro. O que significa independência financeira?

No limite, é deixar de trabalhar por dinheiro.

"A Verdade Nua e Crua sobre Homens, Mulheres e Dinheiro" de Kevin O’Leary

Editor: Self PT

Sinopse: 
Os conselhos simples podem ser fáceis de aceitar mas são difíceis de seguir. Kevin O’Leary compreende que controlar as suas finanças pessoais é uma tarefa exigente em qualquer idade.

Quer seja um pai a tentar explicar o conceito de poupança aos filhos, um jovem adulto a ponderar um avultado empréstimo para estudantes, um casal de noivos a pensar numa conta bancária conjunta ou um baby boomer a entrar na reforma, Kevin oferece-lhe conselhos práticos que o ajudarão a ganhar e a conservar mais dinheiro.

Chegou o momento de examinar a sua relação com o dinheiro e de fazer alterações simples na sua forma de pensar e de tomar decisões. Os benefícios mais dinheiro vivo nu e cru na sua carteira ou conta bancária mudarão a sua vida para sempre.










cardapio.pt @ 22-7-2020 16:52:00


Clique aqui para ver mais sobre: Notícias sobre Literatura e Livros